Entretenimento

Essa menina chorava de dor, o que os médicos encontraram foi realmente assustador

0

Talvez a cena de uma criança chorando esteja na lista das coisas mais tristes e dolorosas do mundo, não é mesmo? Quando ainda bebê é muito complicado identificar o motivo e muitas vezes causa um grande desespero nos pais, mas quando estão maiores e conseguem pelo menos nos dizer um pouco do que sentem e isso nos possibilita a fazer algo para ajudar. Começamos com essa afirmação para apresentar a vocês mais uma história incrível, dessa vez da pequena Abri Bentley, de apenas 8 anos.

Certo dia no meio da noite a menina Abri acordou chorando, desesperada e clamava de dores em sua perna esquerda. Não conseguia fazer nada a não ser gritar por seus pais. Eles logo fizeram de tudo que podiam para aliviar a sua dor, mas como não tiveram sucesso, correram para o pronto-socorro. Após ser examinada, o médico concluiu que eram apenas “dores do crescimento”. Não passou a dor e a garotinha continuou com suas dores intensas e cada dia parecia piorar.

Seus pais, ainda desesperados entraram em contato com o Hospital Infantil de Phoenix para ver se algo poderia ser feito. “Eles fizeram uma biópsia, a enviaram e, 24 horas depois, receberam um diagnóstico”, disse Nikkole, mãe de Abri. O resultado foi chocante e realmente inesperado. Abri estava sofrendo de Sarcoma de Ewing, um tumor maligno que ataca os ossos e tecidos moles do corpo. Os médicos tinham a total noção de que não havia tempo a perder e Abri começou sua quimioterapia imediatamente.

A pequena teve que enfrentar 17 sessões do processo de quimioterapia e depois passou por uma cirurgia para remover o osso da canela e substitui-lo pelo osso do braço de um cadáver adulto de um adulto. O que é mais impressionante é que apesar de tudo que teve que enfrentar, Abri consegue manter seu bom humor e até inventou um apelido para a nova parte do corpo. Ela o chama de “arg”, uma combinação de “arm” e “leg”, que significam “braço” e “perna”, em inglês.

Aos poucos ela aprende a andar com o seu “arg”. A eficiência da equipe do Hospital Infantil de Phoenix tornou todo o processo possível e Abri e sua família só tem a agradecer. “Eu me sinto tão feliz, agradecida e abençoada por ela estar saudável e bem”, comentou Nikkole ainda com lágrimas nos olhos. A mãe diz que a garotinha é uma guerreira de verdade e que já passou por muito mais coisas do que uma menina de sua idade.

E aí, o que você achou dessa história? Comenta pra gente aí em baixo e compartilhe com seus amigos.

9 coisas que você provavelmente não sabia sobre os bastidores de How I Met Your Mother

Matéria anterior

Veterano da 2ª Guerra Mundial, o médico mais velho da Grã-Bretanha revela o segredo de viver tanto tempo

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.