• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Essa mulher luta todos os dias para manter mais de 50 animais mutilados em sua casa

POR Diogo Quiareli    EM Compartilhando coisa boa      21/03/19 às 17h07

Alguns seres humanos conseguem nos provar que ainda existe humanidade entre nós. Uma prova de "anjo na Terra" é, sem dúvidas, Nastya Marzipan. Essa mulher possui hoje um abrigo chamado "Vzgiyad". No local, ela abriga 54 gatos e 5 cães. Ela mesma montou seu próprio espaço para poder atender as necessidades desses animais em estados avançados de mutilação. Nastya nasceu e cresceu em Moscou, na Rússia. Ela teve uma infância boa e sempre sonhou em se tornar jornalista. Enquanto seus colegas faziam trabalhos, ela treinava com saltos altos e buscava um melhor ângulo para realizar entrevistas. Após terminar o colegial, ela precisou se mudar com a mãe para Nikolaev, mas não desistiu do seu sonho.

Graças ao seu desejo de escrever, seu talento e perseverança, em 2012, ela conseguiu escrever um bom artigo para uma revista. Foi aí que o seu amor pelo jornalismo aumentou. As mesas e prateleiras mal mantinham o peso das revistas impressas que ela colecionava. O seu sonho havia se tornado realidade. No entanto, Nastya tinha uma outra grande paixão em sua vida: animais de rua. Ela transferia dinheiro para a caridade, participava da vida dos animais ali e ajudava na organização dos locais de proteção aos animais.

Ela encontrava cachorros e gatos precisando de ajuda e os levava para abrigos. Alguns deles ela preferia levar para casa e cuidar. Quanto mais trabalhava, mais ajudava os animais e chegou a destinar 70% de sua renda a eles. Quanto mais animais apareciam em sua vida, mais ela entendia que seu dinheiro não era o suficiente para garantir nutrição, o tratamento e a manutenção integral dos mesmos. Sendo assim, ela buscou um novo emprego e conseguiu em uma agência de modelos. Infelizmente, esse passo foi outra decepção e ela teve que desistir.

Nesse mesmo período, os problemas começaram com a divulgação de artigos. O dinheiro para a manutenção do espaço para os animais era extremamente insuficiente. Nastya sentia-se oprimida, seus braços estavam abaixados, mas, como ela mesmo diz, suas proteções de causa ajudaram-na a lidar com isso. A jovem conta que, quando você tem dezenas de vidas em suas mãos, não tem tempo para chorar por conta própria. Ao lado de seu noivo, Nastya fundou seu abrigo. Era uma oficina onde as crianças faziam seus próprios fotofones de madeira, pratos de bolo, bandejas e até móveis. Conforme o negócio cresce, ela investe no tratamento desses animais. A casa de sua família transformou-se no seu abrigo e o número de animais está crescendo rápido.

Hoje, 54 gatos e 5 cães vivem com ela e a maioria gravemente ferido. Há, em sua família, um cachorro com fratura no crânio e três gatos com problemas na espinha. Têm animais cegos, caolhos e de todos os tipos. Todos os dias, a mulher, sua mãe e seu noivo têm que lutar para salvar a vida desses animais. Eles vão ao médico, aplicam injeções e cuidam das feridas de todas as formas. Há ainda gatinhas grávidas no local, ou seja, as crias irão aumentar os custos do local. Seus cachorros precisam, por mês, de 28 quilos de ração. Enquanto isso, os gatos necessitam de pelo menos 100 quilos. O abrigo organiza vendas de produtos e busca cooperação de lojas.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Via   ADME  
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+