Essas são 7 tribos indígenas mais isoladas do Brasil

POR Isabela Ferreira    EM Curiosidades      16/03/18 às 10h12

Embora tenhamos conhecimento de diversas tribos indígenas que habitam nosso país, muitas vivem em situação de isolamento. Segundo a Fundação Nacional do Índio (FUNAI), a floresta amazônica concentra cerca de 100 delas, apenas na região que fica localizada em nosso país. É comum que uma tribo seja encontrada de forma acidental e seus membros não costumam ser muito amigáveis.

É importante ressaltar que o fato de uma tribo permanecer em estado de isolamento, não quer dizer que ela seja desconhecida ou permaneçam inalteradas. Por vezes, esta é uma escolha do grupo, que opta por manter sua cultura viva. Em contrapartida, a FUNAI estabelece seus territórios como protegidos, na tentativa de evitar que sejam ameaçados por madeireiros ilegais, por exemplo. Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo algumas das tribos mais isoladas do Brasil. Confere aí!

1 - O último da tribo

Conhecido apenas como "o Homem do Buraco", acredita-se que ele seja o último sobrevivente de sua tribo. Apesar disso, ninguém sabe ao certo qual era ela, nem mesmo o idioma que ele fala. Todas as informações disponíveis a respeito, são que ele ocupa uma região do Tanaru, em Rondônia, e que vive cavando buracos para se esconder, daí vem seu apelido. Ele vive fugindo de contato externo e em decorrência dos fatos, a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) reservou uma área para sua proteção.

2 - Tribo Piripkura, Mato Grosso

Não se sabe ao certo como esta tribo se denomina. Tal nome foi dado por índios vizinhos, que mantem contato mínimo com eles. Também os chamam de "povo borboleta" devido ao modo como percorrem as florestas. No entanto, é de conhecimento que eles falam uma das línguas mais adotadas por tribos indígenas no país, o Tupi-Kawahib.

No final da década de 1980, a FUNAI fez o primeiro contato com os Piripkura , que eram cerca de 20 membros. Após isso, voltaram a viver de forma completamente isolada, mas algum tempo depois, o contato foi restabelecido com três membros que compunham a tribo. Atualmente não se sabe ao certo quantos membros tem na tribo, mas é fato que sofrem constante ameaça. Madeireiros ilegais costumam invadir a região que habitam, bloqueando caminhos para que sejam impedidos de caçar.

A FUNAI chegou a emitir uma ordem para que ninguém adentrasse as terrar da tribo ou praticasse atividades econômicas por ali. No entanto, sabemos que apenas isso não basta. Para preservá-los, outras medidas precisam ser tomadas.

3 - Tribo Kawahiva do Rio Pardo, Mato Grosso

Também não se sabe muito sobre esta tribo, mas acredita-se que eles façam parte do grupo Kawahiva. Segundo a FUNAI, há alguns anos eram cerca de 50 membros. No entanto, devido às diversas fugas de madeireiros ilegais, eles podem ter parado de ter filhos e o tamanho de sua tribo pode ser bem menor atualmente.

Por viverem de forma praticamente nômade, não é possível que estabeleçam atividades de cultivo. Dessa forma, o mais provável é que vivam da caça e da pesca. Suas florestas são invadidas de forma constante e por suas terras ainda não serem protegidas, é fato que sua sobrevivência está ameaçada.

4 - Tribo Korubo do Vale do Javari

O Vale do Javari, que se localiza na fronteira do Brasil com o Peru, é uma região com a maior concentração de tribos isoladas do país. Especificamente, o grupo Korubo é conhecido como "caceteiro", visto que sempre andam munidos de grandes cacetes que usam para a proteção própria. No ano de 1996, a FUNAI fez contato com a tribo que na época tinha apenas 30 membros. Eles haviam se separado de seu grupo principal e preferiram permanecer vivendo de forma isolada, evitando contato até mesmo com outros grupos próximos.

5 - Tribo isolada é fotografada pela primeira vez na Amazônia

No ano de 2016, a Hutukara Associação Yanomami divulgou fotos pioneiras de uma tribo Yanomami na Amazônia. Seus membros vivem de forma isolada em Roraima, sendo denominados como Moxihatëtëa, segundo o que diz Dário Kopenawa Yanomami, vice-presidente da Hutukara. Segundo ele: "É muito difícil a gente chegar lá porque eles atacam com flechas. Ficam muito desconfiados. Não querem a nossa presença e nem da sociedade indígena".

As primeiras informações da tribo surgiram em 1990. No entanto, foram vistos pela primeira vez durante um voo,  no ano de 2006. Esta foi a primeira vez que conseguiram registrar imagens. De acordo com Dário, apenas pelo o que viram durante o voo, não é possível estimar a quantidade de membros... Mas na época, a expectativa era de que o número girasse em torno dos 15.

6 - Uru Eu Wau Wau, Rondônia

Também conhecidos como Japaú, apareceram na mídia por volta de 1970. Falantes da língua Kawahib, estão presentes pelo nordeste do país, nas regiões de Rondônia. Na verdade, esta é uma tribo composta por diversos grupos. Alguns, optam por viver de forma mais aberta, enquanto os Parakuara e Jurereís, preferem manter o isolamento. A tribo também possui outros grupos que ainda hoje, permanecem desconhecidos.

7 - Tribo isolada no Acre

Também no ano de 2016, enquanto o fotógrafo Ricardo Stuckert sobrevoava uma região do Acre com sua tripulação, um temporal teve início. Isso fez com que o helicóptero em que estavam tivesse que voar mais baixo, no entanto, tal fato fez com que fizessem uma descoberta impressionante. Membros de uma tribo que vivia de forma isolada por ali, começaram a se manifestar.

Notoriamente incomodados com a presença, começaram a atirar flechas no helicóptero com a intenção de que ele se afastasse. Muitas imagens foram publicadas pela BBC, mas a FUNAI acabou se manifestando, alegando que aquela era uma exposição desnecessária, embora as imagens ainda estejam liberadas.

O fato é que a tribo é identificada apenas como "Índios Maitá", por estarem concentrados próximos a um rio com o mesmo nome. Estima-se que tenham cerca de 300 membros, o que é um número realmente alto para uma tribo que vive de forma isolada.

E então pessoal o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+