Curiosidades

Esse usuário do TikTok transforma os emojis em comida de verdade

0

A maioria das pessoas já ouviu a máxima que cozinhar é uma arte. E não é para menos, já que a gastronomia é um ramo dentro da culinária que abrange todas as técnicas, práticas e conhecimentos que ajudam a construir uma alimentação com qualidade. Não é apenas cozinhar, é estudar cada alimento, cada sabor, cada combinação, e tudo que faça com que você faça pratos magníficos.

Quando o assunto é comida, todos nós esperamos uma boa refeição. Não apenas algo que vá matar a nossa fome, como também uma boa comida, com temperos especiais e uma arrumação perfeita. No entanto, cozinhar é um dom. E muitas pessoas não o têm.

Contudo, enquanto algumas pessoas não conseguem cozinhar nem um ovo, outras fazem coisas mirabolantes na cozinha. Atualmente, quase todos nós usamos emojis em nossas mensagens. Essas figuras conseguem passar claramente algumas de nossas mensagens ou reações. Eles foram criados na década de 1990, por Shigetaka Kurita, no Japão. O termo emoji é, na verdade, a junção de duas palavras. São elas: “foto” e “personagem” em japonês, querem dizer “caráter de imagem”.

Dentre os vários emojis, existem os de comida. E você já pensou em como esses emojis seriam na vida real? Pensando nisso, Ash Baber, um universitário de 20 anos que mora na cidade de Manchester, na Inglaterra, começou a fazer muito sucesso no TikTok.

O TikTok é a plataforma de mídia mais popular do mundo neste momento. Ele surgiu em setembro de 2016, sob o nome oficial de Douyin. Quando a empresa, por trás de sua criação, a ByteDance, decidiu lançá-lo a nível mundial, seu nome foi alterado para Tik Tok.

Ele é uma rede social de compartilhamento de vídeos curtos. E seus usuários tem ganhado fama no mundo inteiro quando produzem algum conteúdo que chama atenção ou que é diferente.

Um exemplo disso é esse jovem universitário. Tudo começou quando Ash decidiu que iria fazer o emoji do bolo de aniversário virar realidade. Ele foi para a cozinha fazer o bolo  e postou o resultado em seu perfil na rede social. O jovem disse ao site “Insider” que ele não planejava fazer nenhuma receita além do bolo de aniversário.

Entretanto, o resultado obtido por Ash empolgou bastante todos os seus seguidores no TikTok e fez com que ele conseguisse vários novos. Atualmente, ele tem mais de 782 mil seguidores. E foram esses milhares de seguidores que pediram para que ele fizesse mais emojis ganharem vida.

Desde então, o universitário já fez vários outros vídeos. Ash já “deu vida” a donuts, cupckaes e croissants.

“Eles nunca vão ficar exatamente iguais, até porque os emojis são como desenhos animados. Mas procuro fazer com que os pratos fiquem o mais parecido possível com as figuras”, explicou.

O jovem estudou confeitaria durante dois anos. Mas ele diz que a maior parte das suas produções são feitas a partir de vídeos que ele assiste no YouTube e no próprio TikTok.

“Se alguém espera aprender alguma coisa sobre confeitaria, ela com certeza não deve se inspirar no meu trabalho”, brincou ele. Mostramos aqui alguns vídeos de Ash cozinhando alguns emojis famosos. Se você quiser ver mais das criações dele só segui-lo no TikTok.

1 – Bolo de aniversário

@ashbaberbirthday cake emoji……cake 😌 #fy #foodtiktok #cake #baking #learnontiktok♬ Cinnamon Bun – Prod by Rose

2 – Pudim

@ashbaberReply to @darcybowley 🍮🍮 #flan #fy #foodtiktok #learnontiktok♬ Sunday Vibes – Masego & MEDASIN

3 – Croissants

@ashbaber🥐🥐 #fy #baking #croissant #foodtiktok♬ Sorry, I Like You – Burbank

4 – Panquecas

@ashbaber🥞🥞 #fy #foodtiktok #pancakes #baking♬ Free Town – Lofi Instrumental Beats Kingz

5 – Pretzel

@ashbaber🥨🥨 #fy #pretzel #baking #foodtiktok #learnontiktok♬ Free Town – Lofi Instrumental Beats Kingz

6 – Donuts

@ashbaber🍩🍩 #fy #donuts #foodtiktok #learnontiktok #baking♬ Kawaii – Yusei

7 – Cupcakes

@ashbaber🧁🧁 #fy #cupcake #cake #baking #foodtiktok♬ Your Sunshine – Lofi Instrumental Beats Kingz

7 recordes bizarros que foram alcançados nos últimos anos

Matéria anterior

Como estão os vocalistas de 6 grupos de pagode dos anos 1990

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos