Natureza

Foto assustadora mostra família sorrindo e com os cabelos em pé momentos antes de ser atingida por um raio

0

Em 1975, dois irmãos e sua irmã posaram no topo de Moro Rock, no Parque Nacional Sequoia, na Califórnia, sorrindo para uma fotografia, com seus cabelos arrepiados por conta da eletricidade estática.

Naquele momento, eles não tinham conhecimento de que esse momento descontraído precederia um evento trágico que transformaria profundamente suas vidas.

Michael McQuilken, então com 18 anos, seu irmão mais novo, Sean, de 12 anos, juntamente com seu irmão mais velho, Jeff, sua irmã Mary, com 15 anos, e sua amiga Margie, decidiram iniciar uma caminhada pela área.

Durante a jornada, o grupo desejava registrar memórias de sua aventura. Ao atingirem o pico da montanha, a peculiaridade de seus cabelos carregados de eletricidade estática proporcionou um momento fotográfico engraçado.

Via Eletrical India

No entanto, esse instante aparentemente engraçado serviu como um prelúdio para um perigo iminente.

Ao se recordar daquele dia, Michael compartilhou com a NBC News que tirou uma foto da amiga e posou com o irmão. No entanto, quando levantou sua mão direita, o anel que usava começou a produzir um zumbido tão alto que todos puderam ouvir.

Nesse momento, a temperatura caiu drasticamente. Alarmados com essa súbita mudança, os cabelos arrepiados e o estranho zumbido emitido pelo anel de Michael, o grupo decidiu, de forma unânime, iniciar a descida da montanha. Contudo, o destino interveio.

Antes que pudessem iniciar a descida, um poderoso raio cortou o céu e atingiu Michael e Sean com força letal. Michael descreveu a sensação como se tivesse sido erguido do chão e, logo em seguida, lançado de volta à terra.

Ao recobrar rapidamente a consciência, ele testemunhou uma cena angustiante: fumaça emanava das costas e dos cotovelos de Sean, que estava inconsciente no solo.

Com agilidade, Michael apagou as chamas que envolviam o corpo de Sean e o transportou até o estacionamento mais próximo.

Contra todas as probabilidades, Sean ainda estava vivo, apresentando pulso e sinais vitais, embora estivesse com queimaduras de terceiro grau.

Sobreviventes

Todos os integrantes do grupo, surpreendentemente, sobreviveram a esse acidente aterrador. As fotografias capturadas naquele dia desempenharam um papel de maior relevância.

Foram entregues às autoridades florestais locais, que as utilizaram para confeccionar panfletos informativos, com o intuito de alertar os caminhantes sobre os perigos reais associados às descargas elétricas nos picos de granito do Parque Nacional da Califórnia.

Uma indagação que muitos fazem é por que o grupo não percebeu os sinais evidentes de um raio iminente.

A resposta reside na eletricidade estática que ocasionou os cabelos arrepiados. Antes de um raio, cargas elétricas saturam a atmosfera, provocando a eriçamento dos cabelos.

Michael, ao abordar a sua falta de conhecimento na época, comentou: “Nós éramos de San Diego e realmente não sabíamos. Pensávamos que era apenas algo engraçado”, disse ele em entrevista.

No entanto, é fundamental compreender que raios não devem ser subestimados. O Serviço Nacional de Meteorologia fornece uma orientação clara: “Se tiver cabelos arrepiados, isso indica que um raio está prestes a atingir você. Recomenda-se ajoelhar-se e inclinar-se para a frente, mas não deitar no chão, pois o solo conduz eletricidade”, orientou na mídia local.

Lamentavelmente, Sean enfrentou a morte novamente, e acabou não resistindo em 1989. Atualmente, Michael, aos 66 anos de idade, utiliza essa experiência tocante como um impulso para educar outras pessoas.

Ele é um dedicado defensor da segurança nas trilhas, com uma ênfase significativa na compreensão dos padrões climáticos.

Via Mistérios do Mundo

Por que raios deixam os cabelos arrepiados?

Os cabelos arrepiados acontecem devido a uma resposta natural do corpo humano a uma situação potencialmente perigosa, como a proximidade de uma tempestade com raios. Isso acontece devido a uma interação entre a eletricidade estática e os cabelos.

Quando há uma concentração significativa de cargas elétricas no ar, como antes de um raio, os cabelos, que são condutores de eletricidade, podem carregar-se com eletricidade estática.

Cada fio de cabelo se repele, pois cargas elétricas de mesma polaridade se afastam umas das outras.

Isso faz os cabelos arrepiarem e se afastarem do couro cabeludo, resultando na sensação de arrepiamento.

Essa reação serve como um sinal de alerta natural. Quando os cabelos se eriçam, é um indício de que existe uma grande quantidade de eletricidade no ambiente, o que pode aumentar o risco de ser atingido por um raio.

Portanto, as pessoas são aconselhadas a tomar medidas de segurança, como buscar abrigo em locais seguros, ao perceberem que seus cabelos estão arrepiados em uma tempestade com raios.

 

Fonte: Mistérios do Mundo

Imagens: Mistérios do Mundo, Eletrical India

Uber é condenada a contratar todos os motoristas no Brasil e à indenização de R$ 1 bilhão

Previous article

Encontros Extraterrestres: nova série da Netflix traz relatos reais com ETs

Next article

Comments

Comments are closed.