Curiosidades

Governo japonês quer estimular consumo de álcool entre os jovens

0

A geração mais jovem do Japão bebe menos álcool do que seus pais. Essa tendência atingiu em cheio a arrecadação de impostos sobre bebidas, como o saquê. Agora, as autoridades do país esperam mudar isso com uma nova campanha.

Por causa disso, a receita federal japonesa (NTA, na sigla em inglês) lançou uma competição nacional para apresentar ideias para reverter essa tendência. A campanha Viva Saquê! deseja apresentar um plano para tornar a bebida mais atraente e impulsionar a indústria.

A competição pede que pessoas de 20 a 39 anos compartilhem suas ideias de negócios para impulsionar a demanda entre seus pares, seja por saquê, shochu, uísque, cerveja ou vinho japonês.

O grupo responsável por organizar a competição para a autoridade afirma que os novos hábitos, que foram criados, em parte, durante a pandemia de covid-19 e o envelhecimento da população levaram a um declínio nas vendas de álcool.

O objetivo é que os participantes apresentem ideias de promoções, branding e até planos inovadores envolvendo inteligência artificial.

De acordo com a imprensa japonesa, a iniciativa dividiu opiniões, com algumas críticas em relação a promover o hábito que não é considerado saudável.

No entanto, outros compartilharam sugestões peculiares online, como atrizes famosas “se apresentando” como recepcionistas em clubes digitais de realidade virtual.

Os participantes podem enviar as suas ideias até o final de setembro. As melhores ideias serão desenvolvidas com a ajuda de especialistas antes da apresentação das propostas finais, em novembro.

Mercado do álcool no Japão

Foto: Gety Images/ BBC

O site da campanha afirma que o mercado de álcool do Japão está diminuindo. A população mais velha, assim como a queda nas taxas de natalidade, é um fator significativo para isso.

Dados recentes do departamento fiscal apontaram que os japoneses beberam menos em 2020 do que em 1995. A redução foi de 100 litros para 75 litros por ano.

Por causa disso, a receita tributária proveniente dos impostos sobre o álcool também diminuiu ao longo dos anos. De acordo com o jornal local The Japan Times, ela representava 5% da arrecadação total em 1980, porém, em 2020 caiu para apenas 1,7%.

Saquê: obsessão nacional do Japão

Foto: Gety Images

Ainda falando sobre álcool no Japão, o saquê é considerado uma obsessão nacional. Mesmo que possa ser saboreado como vinho, geralmente possui entre 15% e 20% de teor alcoólico.

Existem diversos tipos de saquês, de sabor umami e frutados, para iniciantes, e saquês para apreciadores. Além disso, existem os com textura mais líquida, outros com uma espessura similar à de um iogurte. 

Consumo moderado de álcool pode fazer bem a adultos com mais de 40 anos, aponta estudo

Foto: Louis Hansel/Unsplash

O consumo moderado de álcool de adultos com 40 anos ou mais, que não tenham problemas prévios de saúde, pode beneficiar a saúde. Isso inclui uma diminuição no risco de doenças cardiovasculares, derrame e diabetes. 

As informações foram compartilhadas em estudo publicado na revista científica “The Lancet”, no dia 14 de julho deste ano.

De acordo com o estudo, uma dose-padrão é definida como 10 gramas de álcool puro, como por exemplo:

  • Uma taça pequena de vinho tinto (100 ml) a 13% de álcool por volume
  • Uma lata ou garrafa de cerveja (375 ml) com 3,5% de álcool
  • Uma dose de uísque ou similares (30 ml) a 40% de álcool

No entanto, a revista aponta que existe um risco aumentado para a saúde de jovens que usam álcool em comparação com os adultos mais velhos.

A análise ainda aponta que as recomendações globais de consumo de álcool devem ser baseadas na idade e na localização dos indivíduos. 

De acordo com os especialistas, as diretrizes mais rígidas devem ser em relação aos homens entre 15 e 39 anos, que estão em maior risco de consumo nocivo de álcool em todo o mundo.

Fonte: BBC, CNN,  National Geographic

Estudante impede acidente após ônibus escolar descer rua descontrolado

Artigo anterior

Saiba como funciona a hidratação capilar com sêmen

Próximo artigo