História

A história por trás da Excalibur da vida real

0

Com certeza, você já ouviu falar da espada Excalibur. A espada mágica que pertencia ao Rei Arthur é tão famosa que já foi citada em desenhos e filmes. Mas você já parou para se perguntar sobre a veracidade dessa história? Afinal, o Rei Arthur de fato existiu. Será que a espada também?

E nós estamos aqui para te dizer que sim, Excalibur pode ter sido real, mas não como você a conhece. Excalibur, a verdadeira mesmo, não era mágica. Além disso, esta não pertencia ao rei Arthur. Não, ele não roubou nada de ninguém, calma que nós vamos explicar que espada é essa e o que é verdade ou não.

Excalibur do Rei Arthur

O Rei Arthur foi um lendário homem na história britânica. Um grande rei, na verdade, o rei legítimo da Grã-Bretanha, afinal ele foi o único que conseguiu puxar a espada que estava cravada na pedra. Apenas uma pessoa conseguiria arrancar a espada dali e essa pessoa seria o líder legítimo da Grã-Bretanha.

E como você deve imaginar, o rei Arthur era este homem. No entanto, há uma outra teoria que liga a espada ao rei Arthur. Nessa versão, a espada teria sido entregue pela própria Dama do Lago, para o rei. A deusa dos bosques, teria sido a responsável por entregar a espada a Arthur e protegê-lo.

Como você pode ver, ambas as versões são cheias de mágica e fantasia. A verdade é que os estudiosos não sabem dizer precisamente se o Rei Arthur realmente existiu. Alguns acreditam que sim, ou ao menos que uma figura similar teria existido, mas não necessariamente um rei, mas o líder de um exército. Outros acreditam que o rei de fato existiu, mas de qualquer forma, não há registros históricos sólidos que confirmem isso. Mas, e quanto a espada?

Exaclibur de Galgano Guidotti

Galgano Guidotti era um cavaleiro que viveu durante o século XII. No entanto, Galgano teria desistido da vida de cavaleiro e se tornou um eremita. Foi nesse momento que o homem teve duas visões santas. Na primeira delas, o próprio arcanjo Miguel aparecia e dizia que iria protegê-lo.

Na segunda, ainda mais especial, ele teria se encontrado com os 12 apóstolos de Jesus e com o próprio Deus. Quando acordou dessa segunda visão, Galgano quis marcar o local com uma cruz, mas como não tinha uma, decidiu fincar sua espada no chão. A espada formaria então uma cruz, o que o eremita não esperava aconteceu logo em seguida. Assim que fincou a espada no chão, o chão ao seu redor endureceu e lá ela ficou presa por todos esses anos.

A espada está atualmente na cidade italiana de Chiusdino, na Cappella di San Galgano a Montesiepi. O motivo de ela estar em uma capela é que, anos mais tarde, o dono da espada Galgano Guidotti foi declarado santo, se tornando São Galgano.

Essa história, muitos acreditam que poderia ter inspirado algumas das lendas ligadas ao Rei Arthur.

7 coisas irritantes que acontecem e as explicações por trás delas

Matéria anterior

A verdadeira história sobre esse casal de Titanic é de quebrar o coração

Próxima matéria

Comentários

Comentários não permitidos.

Mais em História

Você pode gostar