icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Homem que diz ser viajante do tempo conta como é a vida no ano 2300

POR Erik Ely EM Ciência e Tecnologia 18/12/19 às 00h36

capa do post Homem que diz ser viajante do tempo conta como é a vida no ano 2300

Com o passar dos anos, estamos cada vez mais perto das eras da ficção científica. Pelo menos, é o que os filmes nos ensinaram. Contudo, ainda falta muito tempo, para os carros voadores e as roupas futuristas tomarem conta das ruas. Dessa forma, seria ótimo se alguém do futuro pudesse, ao menos, nos dar algumas dicas, para ver estamos no caminho certo. Por isso, diretamente do futuro, um homem, que diz ser um viajante do tempo, veio para nos contar como é a vida no ano de 2300. Mas será que ele está dizendo a verdade?

Pode parecer loucura, mas esse vídeo foi postado no canal do YouTube da Apex TV. E assim como outros vídeos do canal, esse homem também não apresentou provas concretas de suas viagens pelo tempo. Mas seus relatos podem ser, no mínimo, interessantes.

Um viajante do futuro que veio do passado

De acordo com o vídeo, o homem afirma que seu nome é Gerard Gardner. Em um vídeo, ele também revela que era um agente inglês do governo. E que estava envolvido em um programa militar secreto, no final dos anos 1980. Contudo, por conta desse programa do exército, ele foi enviado para o futuro.

Primeiro, Gardner revelou que haverá cidades que estarão no céu, com mais de um quilômetro de distância do chão. No futuro, essas serão as cidades flutuantes. E que, além de permitir que a movimentação seja facilitada para os habitantes, de alguma forma, essa tecnologia também permitirá que se crie menos poluição. No entanto, outras cidades, como Los Angeles, por algum motivo, estarão submersas. Além disso, também foi revelado que esse tipo de coisa, só seria possível graças às técnicas antigravitacionais, que permitirão que uma cidade inteira possa ser levitada.

No vídeo, o homem também revela que esse não é seu nome verdadeiro. Com isso, Gerard Gardner é meramente seu codinome no programa secreto do governo inglês, de 1988. E mesmo sem revelar maiores detalhes, ele conta que ainda não pode voltar para o futuro. "Se eles pudessem fazer isso, teriam grande poder sobre a nossa sociedade e mesmo naquela época, eles sabiam que deveriam aperfeiçoar essa tecnologia antes de qualquer outro país".

Nem tudo no futuro é bonito

O viajante também relatou que o futuro está sempre cheio de campos de trabalho. No entanto, a sociedade será controlada por uma inteligência artificial, extremamente poderosa. E que infratores dessa sociedade, sofrerão para pagar suas dívidas. Ele também afirmou que, por isso, os piores tipos de criminosos enviarão suas consciências para um banco de dados de computador, onde serão presos e escravizados pela eternidade. Bem coisa de Black Mirror, não é?

Curiosamente, Gardner também afirmou que, no futuro, não haverá o dinheiro como nós conhecemos. Nada disso vai ser mais importante, nem dinheiro, nem banco e nem guerra. Basicamente, a humanidade evoluirá para um outro estágio, onde o capitalismo não será mais necessário. De fato, o viajante parecia acreditar que o futuro, era um ótimo lugar para se morar. Inclusive, onde ele, se pudesse, adoraria morar, deixando o passado e partindo para esse futuro.

E aí, o que você acha da história do possível viajante do tempo? Logo abaixo, você também pode conferir o vídeo com a sua história.


Próxima Matéria
avatar Erik Ely
Erik Ely
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest