Curiosidades

Honda lança minicarros elétricos para crianças hospitalizadas

0

Os carros, pelo menos em algumas situações, são extremamente importantes na nossa sociedade. Eles são um dos bens de consumo mais desejados e ninguém pode negar que também são um item bastante útil. No entanto, eles nem sempre são vistos de uma forma “comum”.

Um exemplo disso foi esse anúncio feito pela Honda de que ela vai levar um pouco de alegria para as crianças que estão hospitalizadas cuidando da sua saúde. A forma que a montadora fará isso é com um minicarro elétrico que irá ser levado para as crianças nos hospitais infantis dos Estados Unidos.

Com esse projeto, a montadora irá distribuir 60 minicarros elétricos infantis para os hospitais pediátricos em todo território dos EUA. Esse modelo foi criado por uma equipe de engenheiros voluntários. E a parte interna do veículo foi projetada pela Honda Performance Development (HPD) da Califórnia.

Os carros estão sendo usados desde dezembro de 2021 para levar as crianças para os procedimentos e consultas no Hospital Infantil de Orange County (CHOC), que é um dos parceiros comunitários da empresa.

Minicarro elétrico

Olhar digital

Esse minicarro elétrico se chama Shogo e foi projetado especialmente para os corredores de hospitais. Além disso, ele foi feito para atender crianças de quatro a nove anos.

O Shogo tem em seu volante um mecanismo “go/stop”. Ele tem uma velocidade ajustável de 1,5 a oito quilômetros por hora para que as crianças consigam se divertir, mas não fiquem muito longe dos seus cuidadores. E mesmo podendo andar sozinho, o carro também pode ser empurrado através de um guidão traseiro, além de ser equipado com um suporte para o soro.

Esse modelo não tem portas e por dentro ele é liso, para que seja mais fácil de limpar. Ainda dentro dele existe um guarda-volumes para que os itens das crianças fiquem guardados.

O mais divertido desse minicarro elétrico é a placa traseira, que pode ser personalizada com o nome do paciente.

Atualmente, existem dois veículos que já foram produzidos e já estão em ação no Akron Children’s, em Akron, Ohio, e no Riley Hospital for Children, em Indianápolis, Indiana.

Projeto

Esse minicarro elétrico conseguirá distrair e levar um pouco de diversão para dentro das alas dos hospitais que, normalmente, são um ambiente que causa muito estresse nas crianças. De acordo com Hundy Liu, gerente de publicidade automotiva nacional e líder do projeto Courage, American Honda Motor Co., Inc, o projeto foi feito com muito carinho.

“Criar o Shogo foi um verdadeiro trabalho de amor para nossa equipe de associados e engenheiros da Honda, impulsionados pelo nosso desejo de levar alegria e mobilidade aos jovens pacientes que enfrentam uma internação hospitalar”, disse ele ao portal Electrek.

O objetivo da Honda é crescer esse projeto e conseguir levar o minicarro elétrico para os hospitais infantis em todo Estados Unidos. “Estamos extremamente entusiasmados em expandir o programa fazendo parceria com nossa rede de concessionárias Honda para tornar um veículo Shogo possível para mais hospitais infantis em todo o país e usar o poder da brincadeira e do riso para aliviar o estresse e ansiedade das crianças hospitalizadas e suas famílias”, finalizou.

Carro elétrico

Olhar digital

A Honda fez esse minicarro elétrico para as crianças em hospitais. No entanto, existe um minicarro elétrico que está conquistando vários adultos. Ele é uma criação da Quantum Motors, uma startup da Bolívia. O carro comporta três pessoas, que não tenham um porte grande, e chega a uma velocidade máxima de 56 quilômetros por hora.

O veículo tem o tamanho de um carrinho de golfe e consegue andar 95 quilômetros antes de ter que ser recarregado novamente. O seu tempo de recarga é entre seis a oito horas.

Esse carro elétrico da Quantum já está fazendo sucesso com as pessoas. “Foi amor à primeira vista”, disse Daniel Derenne, aposentado de 62 anos de Cochabamba. O homem comprou o carro em setembro de 2019, logo depois que ele foi lançado. Até hoje, ele já dirigiu 9,6 mil quilômetros no veículo. Segundo Derenne, no carro realmente cabem três pessoas, “mas não podem ser muito gordas”.

Segundo os fundadores da startup, eles acreditam que esse, que é o primeiro carro elétrico fabricado na Bolívia, é o futuro da indústria automotiva na América Latina. “Nas ruas congestionadas do mundo em desenvolvimento, carros em miniatura fazem mais sentido. E é muito mais barato de operar do que automóveis convencionais”, disse Carlos Soruco, um dos fundadores da Quantum.

Quem tem esse veículo conta que gasta em média sete dólares, aproximadamente 35 reais, por mês para carregar o carro. Esse modelo pode ser conectado em qualquer tomada, ou seja, o dono não precisa fazer um investimento em estações de recarga. E por ele ser um automóvel pequeno, achar uma vaga para estacionar é fácil.

O preço desse carro é de 7,5 mil dólares, cerca de 38 mil reais. Por conta disso, ele é bem mais acessível do que os modelos de luxo das montadoras dos EUA e da Europa. “Estamos convencidos de que o desenvolvimento de veículos elétricos na América Latina não será com Teslas ou Volkswagens”, disse Soruco.

Até o momento já foram vendidos 370 carros elétricos da Quantum.

Fonte: Olhar digital

Imagens: Olhar digital, YouTube

Por que você não deve usar enxaguante bucal após fazer exercícios

Previous article

Dumbledore é gay? Entenda polêmica envolvendo sexualidade do personagem

Next article

Comments

Comments are closed.