O que você mudaria em seu corpo? Vídeo mostra diferenças incríveis nas respostas de adultos e crianças

POR Thamyris Fernandes    EM Curiosidades      10/11/14 às 19h24

Qual foi a última vez que você se sentiu confortável na própria pele? Essa é, basicamente, a última coisa mostrada no vídeo que você vai conhecer hoje. As imagens, aliás, foram feitas com 50 pessoas diferentes, entre crianças e adultos, que deveriam responder a uma só pergunta: Se você pudesse mudar uma coisa em seu corpo, o que seria?

A gravação, feita pelo Jubilee Project - um projeto voltado à alertar as pessoas para a necessidade de mudanças comportamentais e conceituais -, segundo seus organizadores, serviu para mostrar a diferença nas respostas de pessoas adultas e crianças, além da reação de cada um.

De forma resumida, os adultos começaram rindo da pergunta, mas sempre apontavam alguma coisa que queriam mudar em seus corpos. Eles expunham a resposta como se fosse um problema, falando sobre algum detalhe em si mesmos do qual se envergonham e que, de certa forma, os deixam tristes. (Clique para ler também: As plásticas mais radicais já feitas na Coreia do Sul).

As crianças, por outro lado, ficavam espantadas com a pergunta como se fosse a coisa mais ridícula que já tivessem escutado. Mas, depois de muito pensar, elas sempre queria acrescentar coisas espetaculares aos seus pequenos corpos e, em todo vídeo, nenhuma delas queria realmente transformar suas formas físicas, ficando mais magras, mais altas, com boca menor ou maior nem nada disso.

Veja esse vídeo incrível que disponibilizamos abaixo e tente carregar a mensagem dele para sua vida. (Ele está em inglês, mas você pode ativar as legendas do YouTube, caso sinta necessidade):

https://www.youtube.com/watch?v=f0tEcxLDDd4#t=45

E você, depois desse vídeo, mudaria o que em seu corpo?

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+