Biohackers em parceria com cirurgiões criaram uma injeção inacreditável. Ela é capaz de fazer com que os olhos comuns desenvolvam o poder da visão noturna, naturalmente. A descoberta foi publicada na revista Science for the Masses.

O voluntário da pesquisa, um homem chamado Gabriel Licina, recebeu uma solução baseada na substância Chlorin e6 (ou Ce6), as moléculas da mistura são encontradas em peixes que vivem em grandes profundidades. Elas são também usadas no tratamento de pessoas que têm dificuldade em enxergar no escuro.

A substância Ce6 é fotossensível, o que, em teoria, favorece o "melhoramento" dos olhos de uma pessoa comum. A Ce6 chegou até a retina de Licina por meio uma injeção de 50 ml em seu saco conjuntival, ou seja, a bolsa que fica abaixo dos olhos.

Publicidade
continue a leitura

De acordo com os pesquisadores, o homem começou a sentir os efeitos após apenas uma hora.

Testes

testes

Publicidade
continue a leitura

Além da substância aplicada nos olhos, lentes de contato que limitam a receptividade da luz e até mesmo óculos escuros foram banhados em Licina e usados pelo voluntário.

Em um experimento realizado em uma sala escura, a visão noturna do rapaz foi então testada. Ele conseguiu reconhecer símbolos e formas que estavam a 10 metros de distância.

Publicidade
continue a leitura

Mais tarde, ele conseguiu identificar pessoas e objetos a 50 metros de distância. Já outro grupo de pessoas com “olhos normais”, que participaram do mesmo experimento, acertaram apenas um terço dos testes.

A visão da cobaia voltou ao normal sem efeitos colaterais depois de 20 dias. A pesquisa pode inspirar mais estudos na área. “Mostramos que isso pode ser feito. Se pudemos fazer isso em nossa garagem, outras pessoas podem [fazer os testes] também”, afirmou Jeffrey Tibbets, um dos médicos envolvidos na pesquisa.

Publicado em: 01/04/15 21h32