Curiosidades

Lamborghini mais rápido da história é um carro híbrido, o Revuelto

0

Foi no século XX que os carros se popularizaram no mudo todo, tanto que as economias começaram a se desenvolver com uma dependência grande deles. O carro moderno nasceu em 1886 quando Karl Benz patenteou seu Benz Patent-Motorwagen. E, com o passar do tempo, eles foram ficando cada vez mais modernos e se adaptando às necessidades novas.

Até mesmo modelos consolidados por anos podem ser substituídos, como é o caso do Lamborghini Aventador que, com mais de uma década está saindo de cena para que seu sucessor, o híbrido plug-in Revuelto, entre.

Esse carro é um superesportivo de dois lugares que vem abrir uma nova era para a Lamborghini. Ele é equipado com várias tecnologias e tem o potencial de agradar até os mais tradicionais, já que esse modelo novo manteve o motor V12 que é marca registrada dos carros da marca italiana.

Novo carro

Olhar digital

Claro que com o lançamento de um novo carro, todos ficam curiosos para saber o que esperar dele, ainda mais quando ele é um novo caminho para uma marca tão consolidada.

O Revuelto é equipado com um motor novo de 6.5 à combustão e mais leve que os antecessores. Além disso, ele vem acompanhado com um trio de motores elétricos. Isso faz com que o carro tenha impressionantes 1.015 cavalos de força.

Por conta de toda essa potência, ele consegue ir de zero a 100 quilômetros por hora em 2,5 segundos. Em menos de sete segundos o Revuelto chega aos 200 quilômetros por hora, e sua velocidade máxima é maior do que 349 quilômetros por hora. Por isso que ele é o carro mais rápido já feito pela Lamborghini.

Se o motorista estiver na cidade, ele tem a opção de ativar o modo elétrico para que o carro rode sem fazer barulho. Contudo, essa função é mais um quebra galho, até porque a bateria tem uma autonomia de 3,8 kWh que dura aproximadamente 9,6 quilômetros.

Olhar digital

Felizmente, a bateria pode ser carregada pela frenagem regenerativa nas rodas dianteiras em somente seis minutos. E no quesito freios, o Revuelto tem discos de freio de carbono-cerâmica.

Esse modelo também tem um novo chassi e toda sua estrutura frontal é em fibra de carbono. O Revuelto também teve inspiração na engenharia aeroespacial, por isso ele tem vários dutos de entrada de ar na carroceria, escapamentos hexagonais, linhas pontiagudas e superfícies esculpidas.

Mesmo com várias inovações, a marca ainda manteve suas portas tesoura que têm abertura vertical e já são tradicionais, aparecendo pela primeira vez nos anos 1970.

Interior

Olhar digital

A inovação do Revuelto não fica apenas no seu exterior. No interior do carro também é visto uma tecnologia de ponta. Ele tem três telas, com a principal sendo de 12,3” e funcionando como um quadro de instrumentos digital. A segunda tem 8,4”, é vertical e está no centro do console. E a terceira é para o carona, de 9,1”, onde o passageiro consegue mudar funções como climatização, navegação e mídia.

Além disso, o carro é o primeiro da marca com um sistema avançado de assistência ao motorista. Também existe um app para celular e smartwatch que consegue monitorar o carro e mostrar ao motorista várias informações, como por exemplo, níveis de combustível, bateria, autonomia e localização. Pelo app também é possível acionar a buzina, luzes e travas de forma remota.

Lançamento

De acordo com o Automotive News Europe, esse carro está previsto para ser lançado no final de 2023, e claro que com todos esses recursos ele não será barato. Ele chegará ao mercado custando US$ 542.165. Se em dólares o preço já é absurdo, quando convertido para reais, o Revuelto passa dos 2,7 milhões de reais, isso sem as taxas e os impostos.

Fonte: Olhar digital

Imagens: Olhar digital, YouTube

Veja 10 produções que entram para o catálogo da Netflix em abril

Artigo anterior

Explosão de raios gama mais brilhante já vista no espaço é detectada por cientistas

Próximo artigo