Entretenimento

Lewis Hamilton, maior vencedor da história da Fórmula 1, quase seguiu carreira em outro esporte

0
Lewis Hamilton, maior vencedor da história da Fórmula 1, quase seguiu carreira em outro esporte

Recentemente, Lewis Hamilton se tornou o maior vencedor da história da Fórmula 1. No entanto, o que pouco gente sabe é que, antes de chegar as pistas, o piloto quase se tornou uma estrela dos campos. Isso porque, em uma entrevista, Hamilton já afirmou que quase seguiu carreira em outro esporte, o futebol.

Se tem uma coisa que Lewis Hamilton já provou ser é rápido. No entanto, o que acontece quando tiramos um carro de Fórmula 1 da jogada? Superando Michael Schumacher, em outubro, Hamilton se tornou o maior vencedor da história da Fórmula 1, tanto em títulos como em lugares no pódio. Agora, consegue imaginar como o piloto seria no futebol?

Qual seria o número da camisa de Lewis Hamilton no futebol?

Conforme o próprio Hamilton afirma, ele poderia ter tentado se aventurar nos gramados de esporte um tanto quanto diferente de sua realidade, o futebol. “Eu acho que teria sido um jogador de futebol se não tivesse me tornado um piloto”, afirma Hamilton, em entrevista ao jornal inglês The Telegraph. Em um vídeo de 2016, Hamilton mostrou sua habilidade com a bola em um desafio lançado pelos freestylers Billy Wingrove e Jeremy Linch, dando uma amostra do que teria sido nos campos.

Tendo nascido e crescido na cidade de Stevenage, Hamilton foi além e também revelou, nesta entrevista, que atuou nos tempos de escola ao lado de Ashley Young, que jogou por quase dez anos no Manchester United e hoje é lateral-esquerdo. Atualmente, joga no Inter de Milão. “Eu tinha mais velocidade do que Ashley Young naquele tempo, mas ele era mais habilidoso. Eu era um meio-campista e poderia ir para uma dividida tão forte que arriscava quebrar minha perna. Eu sou muito competitivo em tudo. Honestamente, não sei de onde vem isso”, afirma Hamilton.

Hoje, Hamilton não possui mais contato com Ashley. “Não falei com Ashley desde que saí da escola, mas tenho amigos que estão em contato com ele e cheguei a mandar algumas mensagens”, afirma o piloto. De toda forma, Hamilton também reconhece que algo do esporte foi levado para a Fórmula 1, a vontade de ganhar. “Eu era meio-campista e podia entrar com tanta força que corria o risco de quebrar uma perna”, continua. “Sou muito, muito competitivo em tudo. Sinceramente, não sei de onde tirei isso”, completa.

Outros esportes pelos quais o piloto já passou

Segundo o próprio Hamilton, seu talento esportivo natural se estende para além do campo de futebol e das pistas de Fórmula 1. “Joguei no time de críquete da escola, no time de basquete, no time de futebol”, afirma o piloto. “Eu estava na equipe de atletismo e fiz dardo, disco e 800 metros”, continua. Em seguida, também se lembra de como ganhou algumas competições escolares nos diversos esportes que jogou.

Atualmente, Hamilton confessa que não se aventura em outros esportes como fazia antes. De toda forma, ele mantém outra paixão, pela música. “Eu sento no meu quarto em todas as corridas e toco meu violão”, afirma o piloto. “Não sou fantástico, apenas toco um pouco de rock, um pouco de jazz, apenas coisas que me motivam”, completa. Em um vídeo recente, Hamilton mostrou um pouco de suas habilidades no violão.

7 famosos que começaram cantando na igreja

Matéria anterior

Senhor das Estrelas se revela bissexual em nova HQ da Marvel

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.