História

Lutando como gladiadores, cachorros salsicha enfrentavam outros animais no Coliseu

0

Que os cachorros salsichas são adoráveis, isso nós sabemos. Mas você já imaginava que eles também foram bravos gladiadores do Coliseu?

É até difícil imaginar pequenos animais compridos lutando com leões, mas é o que uma recente descoberta científica apontou. A ossada de pequenos cachorros, que posteriormente receberam a classificação como sendo da raça dachshund, estava próxima do Coliseu de Roma.

A hipótese mais popular é que os cachorros salsichas participavam das lutas de gladiadores junto com os humanos. Seus ossos estavam próximos dos restos mortais de ursos, leões e leopardos.

Por conta disso, os pesquisadores acreditam que eles estavam envolvidos nas lutas, pois sabe-se que animais de grande porte também brigavam entre si nos espetáculos.

Antepassados dos cachorros salsichas

Via Pixnio

Segundo disse Alfonsina Russo, diretora do Parque Arqueológico Coliseu, em entrevista ao The Telegraph, os ossos obtiveram alta porcentagem de semelhança com o que se conhece dos cachorros salsichas modernos.

Embora apresentassem tamanhos e características ligeiramente diferentes, por conta do período passado, o tamanho ainda foi o principal indicativo para a classificação. A pesquisadora indicou que os ossos tinham menos de 30 cm de altura. Ou seja, provavelmente eram os parentes mais próximos da raça.

Inicialmente, a equipe acreditava que os cachorros salsichas gladiadores eram usados para realizar truques acrobáticos, como no circo. Afinal, seu tamanho e habilidades facilitariam essas atividades. Ou, ainda, eles poderiam ser usados para encenar caçadas no Coliseu.

No entanto, como os ossos foram encontrados próximos de outros animais de grande porte, como leões e ursos, também é possível que eles tenham lutado bravamente com seus inimigos de quatro patas. Não é possível saber, ao certo, qual a verdadeira teoria.

Cachorros salsichas podem lutar?

A raça dachshund, conhecida popularmente como cachorros salsichas, nasceu em torno do século 18, na Alemanha. Embora sejam adoráveis, na verdade, eles surgiram para serem ferozes caçadores.

Seu tamanho não costuma passar dos vinte e três centímetros de altura, e de propósito. Afinal, eles foram criados com porte reduzido para entrarem e saírem de buracos pequenos, com o intuito de caçar texugos. Por isso seu nome em alemão, pois “dach” significa texugo e “hund” significa cão.

Ao longo da história, é possível que os cachorros salsichas tenham usado sua característica especial para outras atividades, como lutar no Coliseu ou fazer acrobacias. Esticados e ágeis, eles possuem o porte perfeito para se movimentar com destreza.

Luta ou acrobacia?

Nesse caso, ainda não existem teorias concretas sobre as ossadas, e é preciso avaliar mais o local, procurando mais vestígios que ajudem a desvendar o mistério canino.

Em um primeiro momento, imagina-se que os dachshund participavam de exibições ou simulações de caça, pois seu tamanho pequeno é ideal para correr e pular.

No entanto, como a descoberta aconteceu próxima de outros ossos, acredita-se que também conseguiam escapar de leões e ursos. Ou, ao menos, fazer parte dos espetáculos violentos que o local protagonizada. Por isso, é mais plausível que os dachshund participassem desses eventos em lutas reais, como os gladiadores.

Via Pexels

 

Além disso, a teoria da luta é mais plausível, considerando o lugar onde os restos mortais estavam. Inaugurado em 80 d.C., o Coliseu era usado, principalmente, para combates de gladiadores e simulações públicas. Ainda era comum que exibissem caças de animais selvagens, em que os cachorros salsichas também poderia participar.

A estimativa dos historiadores era de que o local recebesse em torno de 50 mil a 80 mil espectadores em seus eventos. Hoje, é uma das principais atrações turísticas da capital italiana.

Felizmente, os cachorros salsichas se aposentaram da antiga profissão, e, hoje, usam seu tamanho e porte para serem adoráveis animais de estimação, sem precisar lutar ou fugir com nenhum leão no Coliseu.

 

Fonte: UOL

Imagens: Pixnio, Pexels

 

Billie Eilish critica obsessão da indústria com sua aparência: “Se fosse mais feminina, as pessoas teriam menos respeito por mim”

Previous article

Conheça os projetos de “Google Tradutor” de animais

Next article

Comments

Comments are closed.