• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

A maior cachoeira do mundo é incrível, mas não é como as que você conhece

POR Natália Pereira    EM Natureza      03/04/18 às 14h25

Temos uma ideia fixa em nossa mente sobre como são as cachoeiras mas, por mais que isso pareça estranho de se dizer, ela pode estar errada, ou pelo menos vaga. Algumas classificações sobre as maiores cachoeiras do mundo já foram feitas e colocam a Inga Falls como a de maior fluxo, a Angel Falls como a mais alta e a Khone Falls como a mais larga. Mas, a maior cachoeira de todas encontrada até hoje pode ser bem diferente do que você imaginaria.

Estamos falando da Catarata do Estreito da Dinamarca que, além de ser a maior, ainda possuí uma característica incrível. Ela se encontra entre a Groenlândia e a Islândia e, na verdade, está embaixo da superfície da água. Esse tipo específico de cachoeira, submersa, é conhecida como cascata ou catarata, dependendo do seu tamanho. E são formadas pelo encontro da água fria com a morna.

Como ela é formada

Esse tipo de catarata se forma quando a água fria se encontra com a morna. Isso faz com que a água fria afunde, criando um fluxo constante embaixo d'água. E, neste caso, esse fenômeno se tornou possível devido o encontro da água que vem do Mar da Groenlândia, que é ártica, com a água quente do Mar Irminger. Fazendo com que o seu fluxo caia 3,505 metros abaixo da superfície e fluindo por cerca de 53,34 milhões de metros cúbicos, por segundo. Superando qualquer cachoeira da superfície.

Outras considerações

Mas, ainda que supere qualquer outra, existem algumas considerações ao seu respeito. Afinal, apesar de ser a maior já encontrada, o seu fluxo é mais lento que as demais. Isso acontece por que a água fria cai mais rapidamente quando está em contato com o ar, se comparada com a velocidade obtida em contato com a água morna. Outro ponto importante é que a Catarata do Estreito da Dinamarca, assim como outras cataratas, representam uma grande importância para a natureza. Sendo responsáveis pelo fluxo de nutrientes.

Além disso, a sua dependência e relação com a temperatura geram uma preocupação com o futuro. Essa instabilidade já gerou algumas hipóteses e pode ser de grande importância no futuro. Mas, até o momento, é impossível negar a sua beleza e dimensão. O que acharam? Sabiam que a maior "cachoeira" do mundo se encontrava embaixo d'água?

Próxima Matéria
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+