Curiosidades

Modelo levantou US$ 700 mil com a venda de seus nudes para ajudar a Austrália

0

A Austrália vive um dos piores incêndios florestais dos últimos anos. Até o momento, 25 pessoas e 480 milhões de animais foram mortos. Além disso, ao menos 6,3 milhões de hectares já foram atingidos pelos incêndios. Ou seja, uma área superior ao território da Áustria. Também foram destruídos milhares de prédios e cidades ficaram sem eletricidade e sinal de telefonia móvel.

Milhares de pessoas têm utilizado as redes sociais, para demonstrar preocupação e pedir ajuda. Na tentativa de ajudar o combate aos incêndios, que assolam a Austrália, uma modelo americana, por exemplo, resolveu vender nudes. O objetivo de Kaylen Ward era arrecadar dinheiro, para ajudar as instituições envolvidas.

A modelo, uma jovem de 20 anos, conseguiu arrecadar US$ 700 mil, cerca de R$ 2 milhões de reais. Nesse ínterim, cada nude foi vendido por cerca de US$ 10, o equivalente a R$ 40. As fotos eram personalizadas. Ward iniciou a campanha no início de janeiro. Em minutos, a jovem recebeu centenas de mensagens, com o comprovante de depósitos.

“Eu estava vendo no Twitter todas as postagens sobre os incêndios na Austrália. Aí, fiquei realmente preocupada. Afinal, não estava havendo muita cobertura por parte da mídia. E, além disso, tinham poucas pessoas oferecendo ajuda”, disse.

Após anunciar a campanha, Ward teve que contratar uma equipe de quatro pessoas, para ajudá-la a filtrar as milhares de mensagens. Hoje, o perfil da modelo foi desativado, por causa do alto conteúdo sexual na conta. Na internet, muitas pessoas começaram a elogiar a atitude de Ward. “O importante é ajudar”; “Fada sensata”; “Mas gente, perfeitíssima”, foram alguns dos comentários.

Os incêndios

O fenômeno é natural e é causado pela combinação de temperaturas superiores a 40 ºC, pouca chuva e fortes ventos. O governo australiano divulgou, durante os últimos dias, levantamentos de áreas afetadas, animais ameaçados e forças empregadas no combate aos incêndios.

De acordo com o primeiro-ministro do país, a Austrália vai destinar 2 bilhões de dólares australianos, cerca de R$ 5,6 bilhões, para a recuperação de áreas afetadas pelos incêndios.

Segundo a CNN, ao menos 25 pessoas morreram por causa do fogo. Três destas mortes foram de bombeiros envolvidos no combate às chamas. Em comunicado, o governo australiano informou que cerca de 2.700 profissionais estão envolvidos nas ações de controle dos incêndios.

De acordo com a distribuidora de energia do estado de Nova Gales do Sul, ao menos 24 mil pessoas foram afetadas pelos cortes de energia por conta do impedimento na rede de transmissão. Até o momento, o estado de Nova Gales do Sul segue sendo um dos mais afetados.

O estado de Victoria, um dos mais populosos do país, registrou cerca 39 focos de queimadas e 13 áreas em alerta. É no estado de Victoria que encontra-se a cidade de Melbourne. No sábado (4), a Austrália convocou 3 mil reservistas das Forças Armadas para combater os incêndios florestais.

As perdas já são estimadas em 375 milhões de dólares australianos (cerca de R$ 1,06 bilhão). Ao menos 1.200 casas foram destruídas. Além disso, um zoológico registrou mais de 90 mil atendimentos. Nesse ínterim, é importante lembrar também que, ao menos, um terço da população de coalas foram mortos.

8 coisas que aprendemos com o novo trailer de Novos Mutantes

Matéria anterior

Foi encontrado o desenho de um demônio assírio de 2700 anos que “causava epilepsia” nas pessoas

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar