Netflix está a procura de funcionário para ficar em casa

POR A redação    EM Ciência e Tecnologia      15/07/14 às 11h49

Acho que todo mundo já pensou durante aquelas tardes preguiçosas ou uma manhã difícil de acordar, em nunca mais precisar levantar do sofá para trabalhar. Pois bem, o Netflix está agora selecionando no Reino Unido  candidatos para uma vaga onde a única função é assistir todo o conteúdo disponível no serviço, melhor ainda que isso, a pessoa poderá trabalhar de casa.

Os "taggers" como são chamados esses funcionários, precisam assistir a algum filme ou seriado e escolhem palavras entre 1000 disponíveis, que melhor definem o conteúdo. Isso inclui a descrição do filme, estilo, trama, tom, etc. A vaga não está aberta para quem mora no Brasil, mas para quem tiver curiosidade basta conferir clicando aqui, é claro que os brasileiros podem ter esperança já que o serviço está atuante e crescendo por aqui.

No fim, estas informações são usadas no sistema de recomendação de filmes, sugerindo títulos caso o usuário goste por exemplo de comédias dos anos 80, a Netflix procura outros filmes desse gênero em seu acervo. O trabalho dos taggers é definir com precisão cada tipo de material, para que a sugestão seja perfeita para o usuário.

Apesar disso, não é qualquer preguiçoso que pode ocupar este cargo. A empresa pede alguém com verdadeira paixão e conhecimento sobre filmes e televisão, de preferência alguém com formação na área ou que tenha trabalhado nela alguma forma, o que pode incluir produção, direção ou crítica.

O candidato selecionado terá horários bem flexíveis e poderá também realizar outras tarefas, como trabalhar como consultor cultural do Reino Unido, apontando gostos específicos ou peculiaridades das pessoas da região.

Hoje em dia, a Netflix já tem 40 taggers espalhados pelo mundo, e pela primeira vez eles estão selecionando candidatos para o posto no Reino Unido. Conforme o acervo aumentar, a tendência é que o número de empregados neste posto também deverá crescer.

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+