• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


O enterro de ""crianças vampiros"" vai te dar calafrios

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      16/10/18 às 18h56

Escavações arqueológicas sempre surpreendem as pessoas que estão trabalhando nelas. Às vezes você pode achar que encontrará algo e se depara com uma coisa totalmente diferente. Foi exatamente isso que aconteceu durante uma escavação em um antigo cemitério romano.

Foi achado um túmulo com uma criança de mais ou menos 10 anos de idade, que deve ter sido vítima de malária, com uma pedra em sua boca. Segundo os pesquisadores, essa prática era feita para que o garoto não voltasse à vida e transmitisse doença aos vivos. Esses enterros de vampiros mostram que, na época, as pessoas acreditavam que os mortos poderiam voltar à vida.

Enterro

Esse tipo de enterro foi descoberto no Cemitério de Bebês que é datado do meio do quinto século na Itália central. A escavação foi liderada por David Pickel, da Universidade de Stanford, e os resultados vão ser apresentados no Instituto Arqueológico da América, em janeiro de 2019.

Na região estudada, a malária matou vários bebês e crianças. Dos mais de 50 túmulos cavados no cemitério, os mais antigos eram de uma criança de três anos de idade e os ossos de várias outras crianças corroboraram com o DNA de parasitas da malária.

Os bebês que foram encontrados na Itália tinham em seus túmulos objetos que se associavam à crenças, feitiçaria e magia como garras de corvo e ossos de sapos. E as crianças, que tinham três anos, tinham pedras nas mãos e nos pés também para evitar que depois de mortos, saíssem dos seus túmulos.

Casos

Outros enterros de vampiros já foram encontrados antes, como o de uma mulher veneziana do século XVI, que foi enterrada com um tijolo na boca e de um homem inglês, datado do terceiro ou quarto século, que teve a língua cortada e substituída por uma pedra.

Segundo o arqueólogo David Soren, isso era feito como uma tentativa de aprisionar qualquer mal que as pessoas achavam que tinha contaminado o corpo do falecido e deixá-lo nele.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+