• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

O que aconteceria se detonassem uma bomba atômica nas Fossas Marianas?

POR Bruno Dias    EM Experiências      28/08/18 às 15h51

Sabe quando você está de bobeira em casa e fica se perguntando o que aconteceria se tal evento tivesse acontecido? Então, o canal do youtube Riddle pensou em uma possibilidade do que aconteceria com nosso planeta se uma bomba nuclear fosse detonada nas Fossas Marianas.

Você deve estar se perguntando o que são as Fossas Marianas. Elas são o ponto mais fundo da Terra. Em comparação, trata-se do ponto mais fundo em quilômetros do que o monte Everest tem de altura. A bomba cogitada para essa hipótese é a Tsar Bomba, a mais poderosa já detonada. Ela foi lançada em uma faixa de testes no norte do Círculo Polar Ártico em 1961, e teve uma produção explosiva de 57 megatons, que é uma explosão capaz de rodar o globo três vezes.

Cenários

Considerando a hipótese, temos que ver como essa bomba seria entregue, o que não é uma tarefa fácil. É preciso considerar as variáveis como profundidade, pressão da água e outras mais. Se isso não for levado em consideração a bomba será esmagada no processo e aí não haverá explosão, mas a radiação vai continuar por anos.

Se a bomba fosse entregue através de um submarino, aí as coisas seriam um pouco diferentes. Neste caso teria uma explosão, e um tsunami tão grande seria causado que seria capaz de submergir o Japão e o sudeste da Ásia. Também iria para debaixo d'água metade da Austrália e da China. São Francisco e Los Angeles também não escapariam dessa onda.

Se você respirou aliviado porque não está em nenhuma das áreas que seriam engolidas pelo mar, não fique muito empolgado não. Mesmo sem os efeitos da água, outros países experimentariam algumas ondas e também a radiação que a bomba causaria.

Destruição

O lugar de detonação da bomba é bastante perigoso e pode causar um resultado bastante devastador. Devido às Fossas Marianas estarem no meio de duas placas tectônicas, a do Pacífico e o Filipino, e elas podem divergir ou convergir sendo as duas possibilidades causadoras de desastres enormes.

Juntando a explosão e o movimento das placas tectônicas, a energia que ela gerar vai ser transportada para todo mundo na velocidade do som. O tamanho do tsunami que sairia disso ainda não tem escala que descreva, a única certeza é que ele seria grande o suficiente para engolir toda superfície terrestre existente. Além dele também teriam terremotos no Anel de Fogo do Pacífico.

Como se "somente" esse cenário não bastasse, a explosão faria com que os magmas abaixo do núcleo da Terra explodissem causando uma reação vulcânica. Resumindo, essa explosão causaria o fim da vida no nosso planeta.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+