Entretenimento

O que é herpes: BBB levanta questão de saúde

0

O BBB 22 vem levantando algumas pautas interessantes, mas uma que é importante falar sobre é a que envolve a saúde sexual. Assim, conseguimos observar uma cena em que o brother Eliezer beija duas outras jogadoras estando com uma ferida na boca.

Na ocasião, os jogadores chegaram a citar que Elizer estaria com herpes. “Fico mais preocupada pelo fato de você estar com herpes e ela não ter ligado para isso”, disse Maria a Eliezer.

Ainda não há informações que comprovem que a ferida do jogador realmente tenha sido decorrente do vírus da herpes, mas o assunto foi levantado ao redor do Brasil.

BBB herpes

Reprodução

O que é herpes

O vírus da herpes é muito mais comum do que parece, sendo presente em quase 70% da população mundial, segundo a Organização Mundial da Saúde. Assim sendo, sua transmissão ocorre por meio do contato com saliva, mucosas, pele ou sexo. Por exemplo, um beijo já é o suficiente para transmitir o vírus.

Dessa forma, apesar de ser conhecido pelas feridas que podem vir a aparecer na boca, nem todas as pessoas que contêm o vírus desenvolvem sintomas visíveis. Além disso, é possível passar anos com o herpes “adormecido”.

O Ministério da Saúde explica que o contato com o vírus geralmente ocorre ainda na infância, mas ele só é “reativado” pelos “fatores desencadeantes”. Alguns exemplos são estresse emocional, fadiga física e mental, exposição à luz solar intensa, febre e outras infecções que diminuam a resistência orgânica.

São dois tipos de vírus, o primeiro é o herpes simples vírus 1 (HSV-1), transmitido por contato oral, na maior parte dos casos. Assim, o segundo é o herpes simples vírus 2 (HSV-2), principal responsável pelo quadro de herpes genital, que causa pequenas úlceras nessa área.

A transmissão do vírus acontece por contato, sendo que o contato direto é a forma mais comum de se contaminar. No entanto, objetos como copos, talheres e lâminas também servem de veículo para a transmissão da doença.

Dessa forma, a OMS destaca algumas informações que podem ajudar a entender mais sobre o herpes. Por exemplo, no mundo todo, cerca de 3,7 bilhões de pessoas com menos de 50 anos (67%) tem o HSV-1. Além disso, a maioria dos casos de infecções orais e genitais por herpes são assintomáticos, por isso a necessidade de estar sempre realizando testes de saúde sexual.

Sintomas de herpes

Os sintomas da infecção pelo herpes do tipo 1 são bolhas dolorosas ou úlceras dentro e ao redor da boca, coceira ou queimação nos lábios antes do aparecimento de pequenas bolhas e vermelhidão nos lábios.

Existe tratamento?

Apesar de existir tratamento, não há cura para o herpes. Mas, para evitar o aparecimento de feridas, algumas boas práticas são o uso de protetor solar, se alimentar e dormir bem e não irritar a boca.

Caso os sintomas prevaleçam, o uso de medicamentos antivirais pode ser recomendado por um médico. Assim sendo, segundo a OMS, as substâncias aciclovir, fanciclovir e valaciclovir são as mais eficazes disponíveis.

Durante um surto de herpes, que é quando os sintomas se manifestam, o paciente não deve furar as feridas. Outra medida preventiva é de evitar beijar ou falar muito próximo das pessoas. Além disso, se o vírus se manifestar na área genital, o contato sexual deve ser evitado. Outra medida importante é a higiene das mãos e de itens pessoais.

Fonte: G1

Quanto um carro elétrico precisa rodar para ”se pagar”?

Artigo anterior

“O Senhor dos Anéis: Os Anéis de Poder”: novo teaser é revelado

Próximo artigo