Curiosidades

O que são ‘soft skills’ cada vez mais buscadas por empregadores?

0

Todo mundo já ouviu que o trabalho dignifica o homem. Mas a realidade mesmo é que, para a maioria das pessoas, o trabalho é mais uma questão de necessidade e sobrevivência. E para fazer bem o serviço, a pessoa precisa de habilidades técnicas, as chamadas hard skills. Contudo, as chamadas soft skills estão ganhando cada vez mais espaço e importância no mercado de trabalho.

Explicando melhor, as hard skills são os conhecimentos técnicos específicos para cumprir com as atribuições do trabalho, enquanto que as soft skills são as habilidades sociais e emocionais. Essa habilidades são mais sutis e discretas, mas atualmente têm a mesma importância do conhecimento técnico, ou até maior.

Isso acontece ainda mais agora, com a normalização do trabalho remoto e as mudanças na maneira de colaboração e inovação. Por conta disso, as empresas estão cada vez mais percebendo a importância dessas capacidades para a formação de equipes de sucesso.

De acordo com os especialistas, os empregadores estão levando cada vez mais em consideração as soft skills dos candidatos, além, é claro, da sua experiência e especialização técnica.

Algumas pessoas têm essas habilidades de maneira natural, como características da sua personalidade que as fazem boas comunicadoras ou pensadoras analíticas por natureza. No entanto, para outras, desenvolver essas habilidades pode ser uma coisa desafiadora.

Mesmo assim, todos os profissionais podem desenvolver e aprimorar essas soft skills. De acordo com os especialistas, todos deveriam fazer isso.

O que são soft skills

BBC

Embora não exista uma lista do que são as soft skills, elas são as habilidades que vão além da técnica. Por exemplo, a destreza com um software é um tipo de hard skill, já saber analisar pacotes diferentes de software para descobrir qual a empresa deveria usar é um pensamento crítico que exige uma soft skill.

Um outro ponto importante da soft skill é a comunicação. Conseguir se comunicar de forma eficiente com os colegas, clientes e chefes requer uma inteligência emocional. Outros exemplos de soft skills são empatia, trabalho em equipe e solidariedade.

De acordo com Eric Frazer, autor do livro “The Psychology of Top Talent” (“A psicologia dos grandes talentos”, traduzido), a expressão soft skills é somente um jargão. Na visão dele, “do ponto de vista da ciência comportamental, ela se refere, na verdade, a uma série de mentalidades e comportamentos. Alguns exemplos de mentalidades que representam soft skills podem ser alguém que está sempre aprendendo, ou que é altamente resiliente. E muitos comportamentos também são soft skills. Como pensamento crítico, escuta ativa e solução criativa de problemas, apenas para citar alguns”.

O professor de psicologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, acrescenta que a expressão é uma outra definição para “habilidades interpessoais”. “É sobre o senso de identidade das pessoas e como elas se relacionam com os demais”, disse.

Esse tipo de habilidade é altamente prático, como por exemplo, a eficiência, a capacidade de priorização, a organização e a administração do tempo. “Pessoas com alto desempenho têm disciplina para estruturar o seu dia e serem altamente eficazes em um período de tempo definido”, afirmou Frazer.

E se engana quem pensa que as soft skills são úteis somente no ambiente de trabalho. De maneira geral, elas são bastante valiosas. Isso porque, essas mesmas habilidades geram relações interpessoais bem sucedidas.

Maior importância

BBC

Conforme mais partes técnicas do trabalho são mais e mais automatizadas, ou então substituídas por tecnologias, as empresas estão buscando profissionais que sejam capazes de resolver problemas, conciliar responsabilidades maiores e trabalhar bem com os demais.

Além disso, em alguns países, a escassez de mão de obra fez com que as empresas se concentrassem no longo prazo. Por conta disso, os funcionários com inteligência emocional e habilidades interpessoais para conseguir chegar em uma posição de liderança têm muito mais valor.

E em pós-pandemia, as soft skills se tornaram ainda mais importantes por conta do trabalho remoto. Isso porque a comunicação entre os colegas pode ser bem mais sutil e complexa quando eles não se veem pessoalmente.

Outra soft skill importantíssima é a capacidade de adaptação. Por conta disso, os empregadores buscam ativamente por candidatos que tenham essas habilidades.

Tanto que, uma análise feita pela ONG especializada em educação America Succeeds, em 2021, com mais de 80 milhões de anúncios de emprego em 22 setores do mercado, concluiu que quase dois terços dos cargos tinham as soft skills listadas entre as qualificações exigidas.

Além disso, das 10 habilidades mais exigidas, sete eram soft skills. Dentre elas, comunicação, solução de problemas e planejamento.

“Quando você observa o mercado de trabalho atual, claramente houve uma mudança, e não é mais suficiente ter apenas o que eu chamaria de ‘conhecimento tácito’ e ‘habilidades tácitas’, ou seja, você ser bom apenas no que faz. Se você é um engenheiro, você é bom em programação ou projetos. Se você trabalha em finanças, você é bom em analisar dados numéricos”, explicou Frazer.

Segundo Frazes, as empresas mudaram e agora “existe uma compreensão mais profunda de que as pessoas precisam vir em primeiro lugar, antes do desempenho”.

Mas ele ressalta que isso não quer dizer que as habilidades técnicas não sejam mais necessárias. Contudo, as empresas estão percebendo cada vez mais que priorizar as habilidades interpessoais que as mantêm coesas é o que “gera grandes resultados”.

Fonte: BBC

Imagens: BBC

Tatá Werneck denuncia tentativa de extorsão após hacker acessar “conversas íntimas”

Previous article

Milhares de peixes são encontrados mortos na Alemanha e na Polônia

Next article

Comments

Comments are closed.