História

Tatuagens: o que algumas delas significam na cadeia

Tatuagem
0

A tatuagem é uma das formas mais antigas de modificação corporal. Além de ser extremamente conhecido, esse método é até cultuado em nosso mundo. As tatuagens são uma arte feita na pele humana, que a modifica de forma permanente. Por mais que seja uma arte, em alguns lugares certos símbolos tatuados na pele podem significar outra coisa.

Um desses lugares é a cadeia. Sabe-se que as tatuagens existem para representar para sempre na pele algum símbolo com significado importante para aquela pessoa. Porém, em algumas situações, essas tatuagens servem como um aviso, código secreto ou símbolo de uma facção criminosa. Vamos conhecer alguns?

Significado das tatuagens na cadeia

Foto: iStock

São Sebastião

Começando com um dos Santos mais conhecidos do país. Apesar de sua santidade, na cadeia ele significa outra coisa. O santo é marcado na pele de homossexuais e travestis. Além disso, se o criminoso é passivo, acrescenta-se uma flecha no coração.

Diabo

Essa é uma tatuagem relativamente famosa em todo o mundo, já que o Diabo também tem sua parcela de adoradores. Contudo, na cadeia, aquele que porta uma tatuagem do diabo é alguém que mata seus rivais com crueldade.

Pênis

Não é comum ter uma tatuagem de um falo, seja em qualquer parte do corpo. Porém, na cadeia, essa tatuagem representa os estupradores. Aqui, a tatuagem não é feita de bom grado, e sim à força, para identificar esse tipo de infrator dentro das penitenciárias.

Polvo

O polvo é uma criatura adorada em todo o mundo e serve até como inspiração de criaturas mitológicas, como o Cthulhu. Na cadeia, uma das habilidades dos polvos é bastante apreciada: a de soltar tinta escura na água, para despistar seus inimigos. Sendo assim, os meliantes com essa tatuagem são aqueles com histórico de fugas e ações em locais difíceis.

Duende

Duendes também são seres mitológicos, conhecidos por serem extremamente pequenos e travessos. Porém, entre os traficantes, aquele com a tatuagem de duende é o responsável pelo refino e empacotamento de cocaína. Contudo, fora do tráfico, o duende significa proteção.

Saci pererê

Ainda na linha de mitologias, mas agora um pouco mais local, o principal personagem do folclore brasileiro: o Saci pererê! Aquele que tem essa tatuagem é o responsável especializado em conferir a qualidade da droga na boca de fumo.

Morte com fuzil

Algumas pessoas, para demonstrar seus ideais, podem tatuar um fuzil. Outras podem tatuar a morte, aquela figura encapuzada com um crânio no lugar do rosto. Contudo, aquele que tiver uma tatuagem da morte, com um fuzil no lugar da foice, é um membro do PCC, o Primeiro Comando da Capital.

Cobra

Apesar de todo o misticismo envolvendo esse animal peçonhento, e de seus atributos em áreas da saúde e afins, a primeira definição para as cobras nunca é esquecida. Sendo assim, aquele que tiver uma tatuagem de cobra na cadeia é um traidor ou um fofoqueiro. Nas penitenciárias esse tipo de tatuagem é uma punição.

Arame farpado

A tatuagem de arame farpado é muito popular. Porém, na cadeia, é usada por aqueles que já passaram muito tempo lá dentro. Além disso, também representa aqueles que já saíram e voltaram muitas vezes.

Demônio-da-Tasmânia

Da mesma forma que a morte com fuzil representa o PCC, o Demônio-da-Tasmânia representa o Comando Vermelho. Contudo, essa tatuagem tem uma versão mais assustadora. Caso o Taz esteja segurando a cabeça do Chucky, isso significa que ele matou um membro da facção rival, a Amigos dos Amigos.

Chucky

O Chucky é um dos personagens mais populares da cultura pop, tendo protagonizado filmes e séries há décadas. Contudo, dentro da cadeia, o boneco assassino representa os membros da facção Amigos dos Amigos, do Rio de Janeiro. Além disso, identifica os assassinos de policiais.

Teia de aranha

As aranhas, de uma maneira similar às cobras, são conhecidas mundialmente por seu misticismo. Porém, dentro da cadeira, a tatuagem de teia de aranha representa a engenhosidade. Sendo assim, os bandidos mais ardilosos e pacientes tatuam a teia, com uma mosca dentro.

Lágrima

Fazer tatuagens no rosto não é comum no Brasil. Contudo, em locais como a Nova Zelândia, é muito bem visto que se faça uma tattoo na face. No entanto, nas penitenciárias brasileiras, a tatuagem de lágrima no rosto significa que aquela pessoa já matou alguém. Além disso, quando há apenas o contorno, é porque aquele criminoso perdeu um comparsa e deseja vingança. Ao concluir o objetivo a tatuagem é preenchida.

Palhaço

Os palhaços são objetos de medo em toda parte do mundo. Seus rostos sem expressão são capazes de assustar qualquer um. Portanto, nas cadeias, aquele que tem uma tatuagem de palhaço é ladrão ou pertence a uma quadrilha.

Caveira

Da mesma forma que a morte, as caveiras também são cultuadas em tatuagens. Além disso, tem até a versão mexicana, bastante popular por aqui. Contudo, nas penitenciárias brasileiras, aquele com uma tatuagem de caveira é um matador de policial.

Mago

Magos são seres mitológicos, conhecidos por sua inteligência e grande poder. Nas cadeias, aqueles que têm a tatuagem de um mago são os ladrões de banco ou lojas com segurança máxima. Ou seja, representa a engenhosidade de assaltar locais impossíveis.

Fonte: Superinteressante

Você é curioso? Temos uma ótima notícia para você

Previous article

Mulheres já escrevem metade dos artigos científicos do Brasil

Next article

Comments

Comments are closed.