CuriosidadesMundo Animal

O vínculo com seu cachorro envolve bastante olhar mútuo

0

Que o cão é o melhor amigo do homem, isso não é novidade para ninguém. Quem tem um cãozinho em casa sabe o que é contar sempre com um amor e apoio incondicional. Os animais aparecem no topo da lista de maiores companheiros das pessoas por nunca abandonarem seus donos.

E quem ama cachorros e tem um sabe como é a relação com esses animais. E percebe que eles não só entendem o que o dono quer dizer, mas também a forma e o tom que eles dizem as coisas.

A relação de um humano com um cachorro é muito baseada no olhar. Seja um olhar suplicante querendo um pedaço de comida, ou um olhar amoroso antes de lamber o dono. Vários cachorros dominam essa arte do contato visual com os humanos.

Olhar

Muitas pessoas podem achar que esse olhar foi uma mudança que aconteceu pelo fato de os cães conviverem com os humanos por milhares de anos. Mas na realidade existem várias razões para os cachorros olharem para os humanos. E um novo estudo descobriu que alguns cachorros são melhores que outros nesse contato visual.

“O olhar mútuo também desempenha um papel na ligação cão-humano. Sua duração está associada ao aumento dos níveis de oxitocina em cães e em seus parceiros humanos”, explicaram os pesquisadores.

Para esse estudo, os pesquisadores mediram vários fatores diferentes para investigar o que faz com que os cães tenham um contato visual com os humanos. Eles mediram a idade e a brincadeira dos cachorros perto de estranhos. Além de notarem a raça e a função tradicional que esses animais possam ter desempenhado.

Tamanho da cabeça

Os pesquisadores também fizeram medições das cabeças dos cachorros. Medida conhecida como  índice cefálico.  Isso porque a proporção entre o comprimento do focinho e a largura da cabeça muda muito o contato visual e a forma como os cachorros veem o mundo.

Os cachorros pequenos e de cabeça grossa podem ver menos em sua visão periférica do que os que tem cabeça longa e fina. E segundo pesquisas anteriores, os cães com cabeça mais curta tem maior sucesso em seguir os gestos humanos do que os que tem a cabeça mais longa.

“É provável que eles vejam o rosto humano de forma mais nítida por causa de sua retina especial. Mas também é possível que seus donos olhem para eles com mais frequência, pois suas características faciais se assemelham a uma criança pequena, uma dica poderosa para os humanos”,  disse a autora do estudo, a etóloga Zsófia Bognár,  da Universidade Eötvös Loránd, na Hungria.

“Por causa disso, cães com nariz mais curto podem ser mais experientes em fazer contato visual. Os cães boxer, bulldog, pug e de nariz arrebitado, em geral, têm uma área central mais pronunciada na retina, para que possam melhor responder a estímulos no campo central, o que pode tornar mais fácil para eles formarem contato visual com os humanos”, continuou.

Resultados

O estudo foi feito com 125 cachorros adultos. Eles fizeram uma série de experimentos, incluindo um onde os cães recebiam um pouco de salsicha cada vez que eles faziam contato visual com o pesquisador.

Assim como já  era esperado, os  pesquisadores descobriram que os cachorros ficaram mais rápidos em fazer contato visual conforme o experimento ia avançando. Mas eles também descobriram que vários fatores relacionados ao tamanho da cabeça e da raça dos animais tinham um efeito na velocidade e quantidade de contato visual que o cachorro fazia.

“Os resultados mostraram que os cães com um índice cefálico mais alto, ou sjea, de cabeça mais curta, estabeleceram contato visual mais rápido. A função da raça também afetou o desempenho dos cães. Raças cooperativas e mestiços estabeleceram contato visual mais rápido do que cães de raças não cooperativas. Cães mais jovens formaram contato visual mais rápido do que cães mais velhos. Cães mais brincalhões estabeleceram contato visual mais rápido”, concluíram os pesquisadores

A crosta da Terra é muito mais velha do que se imaginava

Matéria anterior

Pandora, a maior joalheria do mundo, não usará mais diamantes extraídos

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.