Curiosidades

Pílula que promete aumentar longevidade dos cachorros pode chegar até 2024

0

O cachorro é o melhor amigo do homem. Além de fazer companhia para seus donos, os cachorros são capazes de salvar vidas. As pessoas mesmo percebem que seus cachorros são preocupados com o bem-estar dos donos e que tentariam salvá-los se fosse preciso.

Do mesmo jeito que nosso bichinho quer o nosso bem-estar, nós queremos o dele. Quem tem um cachorro em casa sabe que o animal se torna um membro da família. Por isso os tutores sempre desejam que seus cães sejam eternos, mas infelizmente a realidade não é essa.

Para se ter uma ideia, a expectativa de vida de um chihuahua é de 12 a 20 anos, já a de um dogue alemão, entre oito e 10 anos. A idade máxima dos cachorros é inversamente proporcional ao seu tamanho. Ou seja, quanto maior for o animal, as chances de ele viver muitos anos são menores.

Estudo

Scommerce

Felizmente, essa realidade está prestes a mudar. Isso porque a empresa Loyal está trabalhando em pílulas para a longevidade dos cachorros. Testes em laboratórios já mostraram que o envelhecimento dos animais não é, necessariamente, uma degradação inevitável do corpo. De acordo com o site da Wired, é um processo biológico com controles e componentes genéticos, os quais poderiam ser hackeados.

Um ponto importante é que os cachorros são somente o início de um plano maior da empresa. O que os cientistas querem encontrar na realidade são medicamentos que permitam a maior expectativa de vida de humanos.

Contudo, até o momento, os cachorros são uma alternativa para fazer os ensaios clínicos, além de terem um custo menor e vidas mais curtas. O que dá aos pesquisadores a chance de chegar em resultados de forma rápida.

Pílula

Cobasi

Atualmente, a Loyal está trabalhado com dois medicamentos: Loy-001 e Loy-002. O primeiro se destina a prolongar a vida e a saúde de cachorros de raças grandes e gigantes. Ele seria dado ao animal pelo veterinário em um intervalo de três a seis meses. Os ensaios clínicos para esse medicamento estão planejados para 2023, o que faz com que o remédio esteja liberado possivelmente já em 2026.

O Loy-002 se destina a também prolongar a vida e a saúde, mas nesse caso dos cães mais velhos de todas as raças, menos os de porte pequeno. Nesse caso, o remédio seria de uso diário. A pílula começou a ser testada em cachorros em setembro desse ano. Os cientistas pretendem que o produto já esteja no mercado em 2024.

A empresa não expôs os mecanismos por trás desses medicamentos. No entanto, sabe-se que o objetivo principal é evitar doenças relacionadas à idade e, consequentemente, prolongar a vida útil do animal.

Cachorros

The business journals

Enquanto essa pílula não chega ao mercado, existem várias coisas que os tutores podem fazer para que seus cachorros vivam por mais tempo e da maneira mais saudável possível.

Uma delas é observar a cintura do seu animal. Manter o peso corporal saudável é um fator que está relacionado com a longevidade em uma grande variedade de espécies. O que quer dizer que garantir que os cachorros não estejam com excesso de peso e conseguir controlar a ingestão de calorias deles é um cuidado que deve ser tomado.

Ter um peso corporal mais magro não será melhor somente para seu cachorro a longo prazo, como também pode ajudar a limitar o impacto de algumas condições de saúde, como por exemplo, a osteoartrite.

Assim como para nós, os exercícios para os cães têm vários benefícios tanto físicos como psicológicos. A atividade física pode ajudar a controlar o peso corporal do animal e também está relacionada com efeitos antienvelhecimento em outras espécies geneticamente parecidas.

Por mais que o exercício por si só não aumente a vida do seu cão, ele pode ajudar a protegê-lo contra o excesso de peso corporal. Além disso, uma pesquisa sugere que os passeios deixam os cachorros felizes.

O cão envelhece não somente fisicamente. Por isso, manter a mente do cão ativa também é importante. E ao contrário do ditado popular, um cão velho pode sim aprender novos truques, tendo como resultado a manutenção do cérebro e do corpo mais jovens.

Algumas coisas que podem ser feitas é trabalhar o olfato do seu cão e treiná-lo para encontrar objetos pelo cheiro. Outra atividade que pode ser feita é a hidroterapia. Trata-se de um tipo de exercício de natação que pode ser uma ótima opção para os cachorros que têm problemas que os impedem de se exercitar normalmente.

E claro, sempre cuide do seu vínculo com seu cachorro. Isso pode ajudar a manter o animal feliz e ser mutuamente benéfico. Com um vínculo mais estreito com seu cachorro, você poderá reconhecer mais facilmente qualquer mudança que possa ser um prelúdio de um problema.

Fonte: UOL, Science Alert

Imagens: Scommerce, Cobasi, The business journals

Variety listou os melhores filmes de terror de 2022 até agora. Quantos você já viu?

Artigo anterior

Encontrado um santuário perdido de Poseidon

Próximo artigo