• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Plutão tem elemento essencial para a vida

POR Diogo Quiareli    EM Ciência e Tecnologia      18/06/19 às 17h47

O nosso Sistema Solar é formado por diversos elementos. Há uma estrela principal, que é o Sol, as Luas, planetas, planetas anões, meteoritos e várias outras coisas. Até o ano de 2006, tínhamos nove planetas, sendo eles: Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano, Netuno e Plutão. No entanto, nesse ano, o último foi rebaixado para Planeta Anão. Plutão é o décimo objeto mais massivo do Sistema Solar orbitando o Sol. Ele é composto primariamente de rocha e gelo e é relativamente pequeno. Sua massa é cerca de um quinto da massa lunar. Uma descoberta recente destacou Plutão novamente.

Os astrônomos conseguiram detectar a presença de amônia misturada com a coloração enferrujada da superfície do planeta anão. Isso poderia ter implicações fascinantes para Plutão, como os pesquisadores detalharam em alguns estudos recentes. Primeiramente, o gelo contaminado com amônia indica um oceano salgado por lá. Esse pode ser rico em orgânicos, escondido sob a superfície de Plutão, podendo conter ingredientes certos para a vida. Também sugere-se a presença de vulcões de gelo, retirando água e a amônia do subsolo e espalhando-a por toda a superfície.

Esses dados partiram da New Horizons, a espaçonave que voou por Plutão em 2015. Ao fazer seu encontro mais próximo, a instrumentação da sonda estava coletando de forma furiosa os dados. Isso incluía um espectro infravermelho próximo da Fossa de Virgílio, uma região tingida de ricos avermelhados e castanhos. O achados no planeta mostraram gelo de amônia misturado com gelo de água em algumas partes. Em outras, apenas gelo de amônia sem gelo de água.

"Essa foi uma enorme surpresa para todos nós sobre Plutão", disse Dale Cruikshank, cientista planetário do Centro de Pesquisa Ames da NASA. "Isso significa que há muitas surpresas esperando para serem descobertas naquela parte do Sistema Solar". Afirmam ainda que essa amônia é natural do planeta, ou seja, não teve como ser levada de alguma forma pra lá. Há uma pista na forma como a amônia é distribuída: parece ter sido expelida por diversos orifícios criogênicos: vulcões que destroem voláteis líquidos abaixo de zero. Exemplos disso são a água, metano e amônia, em vez de rocha fundida.

Plutão

Isso eleva ainda mais o crescente corpo de evidências que sustentam esses oceanos líquidos abaixo da superfície gelada de Plutão. Eles podem despencar para -230 graus Celsius. Um documento recente diz que uma camada de gás, presa sob o gelo da superfície de Plutão, pode estar isolando a água. Isso impede que ela congele após ter sido derretida pelo calor do núcleo do planeta anão. A amônia é outra peça do quebra-cabeça, pois é um anticongelante natural capaz de reduzir o ponto de congelamento da água em até 100 graus Celsius.

Não se sabe ainda se existem fontes hidrotermais que dão vida no fundo do mar de Plutão. No entanto, com toda aquela amônia na água, qualquer vida teria que ter adaptações extremas.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+