Curiosidades

Por que temos a tradição de comer peru no Natal?

0

O Natal é uma data comemorativa marcada pelas tradições familiares. Apesar de algumas poderem mudar de acordo com os costumes de cada grupo, as ceias normalmente trazem comidas típicas dessa época. Entre elas, podem ser citadas a rabanada, o panetone, as frutas secas e o queridinho peru natalino.

Mas, por que o peru é considerado um dos pratos mais tradicionais das ceias natalinas? Vamos descobrir logo a seguir.

Origem da tradição do peru em comemorações

Blog Cultura Inglesa

A origem da tradição de comer peru no natal veio de outro país. Foi nos Estados Unidos que começou a tradição devido ao consumo da ave no feriado de ação de graças.

O peru é uma ave natural das florestas da América do Norte. O animal era domesticado e consumido por indígenas norte-americanos. Alguns estudiosos apontam que o consumo era considerado um prêmio entre as tribos que dominavam um novo território

Dados apontam que a primeira vez que o peru foi servido como prato comemorativo foi em 1621. Nessa época, peregrinos e nativos norte-americanos comemoravam uma grande colheita. Após isso, a ave, composta por grande quantidade de carne, virou sinônimo de fartura.

Um fator muito importante para a popularidade do peru foi que quando os espanhóis colonizaram o México, conheceram e levaram o peru para a Europa. No continente, o consumo de aves nobres era muito comum. 

Já no século XVI, a ave começou a ganhar muita popularidade no continente europeu e chegou até mesmo a substituir o cisne da Inglaterra em comemorações.

Enquanto isso, nos EUA, no Dia de Ação de Graças do ano de 1621, ele foi servido pela primeira vez como prato principal pelos indígenas. O sucesso foi tão grande entre os estadunidenses que a refeição se tornou quase obrigatória para esse dia.

No Brasil, a inserção do Peru na data do aniversário de Jesus Cristo, durante a janta de Natal, fez com que a refeição fosse entendida como símbolo de fartura e abundância.

Veja outros pratos consumidos no Natal

MS na Mídia

Além do peru, temos diversos outros pratos que costumam ser servidos na ceia de natal. Acompanhe abaixo.

Chester: seu consumo foi introduzido nos anos 80. Ele foi apresentado como uma substituição, visto que o prato é mais barato.

Rabanada: o prato foi trazido da Europa. Sua criação era para aproveitar os restos de pão duro que seriam jogados fora.

Pernil: De acordo com a lenda, ao comer o porco, que é um animal que mexe na comida, a vida da pessoa é empurrada para a frente. O prato também foi trazido pelos europeus 

Lentilha: trazida para o Brasil por meio de imigrantes italianos, o prato representa dinheiro e sorte.

O Natal, comemorado no dia 25 de dezembro, é o dia escolhido para celebrar o nascimento de Jesus Cristo. Tradições mais antigas comemoravam a data por 12 dias. Esse foi o tempo que os reis Magos levaram para poder chegar a Belém e entregar seus presentes. 

Ao longo dos anos, a data é celebrada com amigos, família e pessoas amadas. Uma das principais características é a ceia repleta de fartura. Assim, esse banquete é tão tradicional quanto a árvore, o Papai Noel, e as luzes para decoração.

Fonte: Pantucci, Vix

Como surgiu a Copa Libertadores

Matéria anterior

Penteados populares em cada década

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos