Entretenimento

Como surgiu a Copa Libertadores

0

A Copa Libertadores da América é uma das competições mais importantes para os times de futebol da América do Sul, além de ser uma das mais famosas do mundo. Os clubes sul-americanos desejam ganhar o torneio para garantir uma vaga no Mundial de Clubes da Fifa. O campeão da Libertadores também disputará a Recopa Sul-Americana.

Popularmente conhecida apenas como Libertadores, o torneio é organizado anualmente pela Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol ou CSF). Os clubes participantes são dos países Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. Em edições anteriores, times do México também participaram.

Mas como surgiu a Libertadores? Isso você descobre logo abaixo.

Como surgiu a libertadores? 

Conmebol

A partir de um desejo de criar um torneio para reunir os times campeões de cada país da América do Sul, a competição foi criada no Congresso da CSF, realizado no Rio de Janeiro, em 1958. Porém, antes disso houve muitos projetos para chegar a essa decisão.

Em 1900, as partidas entre times de diferentes países começaram a ser realizadas na América do Sul. Isso aconteceu com a Copa da Competência, que reuniu clubes de Buenos Aires e Rosário, na Argentina, e Montevidéu, no Uruguai.

Anos depois, em 1948, entre os meses de março e fevereiro, foi disputada a Copa dos Campeões da América. Os times participantes eram os campeões dos seus países. A ideia foi do chileno Luis Valenzuela, que foi presidente da Federação do Chile e da CSF, e do presidente do Colo Colo/CHI, Robinson Álvarez.

Já em 1958, o brasileiro José Ramos de Freitas, presidente da CSF, contatou as Associações do Paraguai, Uruguai, Argentina e Chile e anunciou sua visita aos países para falar sobre as atividades futuras.

Após isso, em 30 de julho de 1959, a CSF convocou um novo congresso em Caracas, para criar a Copa dos Campeões. A ideia chilena tinha o apoio da Argentina e do Brasil. Dias após, com oito votos a favor e um contra (Uruguai), e abstenção da Venezuela, a CSF decidiu pela criação da Copa dos Campeões.

Em agosto de 1959, depois de sessão do congresso presidido por Fermín Silhueta (Uruguai), foi decidido que o nome oficial da competição seria Libertadores da América. O nome foi uma homenagem aos heróis libertadores da América Hispânica e do Brasil.

O primeiro jogo foi realizado em 19 de abril de 1960. Os times que disputavam era o Peñarol, do Uruguai, e Jorge Wilstermann, da Bolívia. Nesta edição, o time campeão foi o Peñarol.

Nomes da Libertadores

Trivela

A competição, inicialmente chamada de Copa dos Campeões da América, foi nomeada anos depois como Libertadores da América. Ao longo dos anos, a competição recebeu o acréscimo de alguns nomes devido à inserção de patrocinadores do evento.

Veja os nomes da Libertadores:

1960 a 1964: Copa Campeões da América

1965 a 1997: Copa Libertadores da América

1998 a 2007: Copa Toyota Libertadores

2008 a 2012: Copa Santander Libertadores

2013 a 2016: Copa Bridgestone Libertadores

2017: Conmebol Libertadores Bridgestone

2018 até atualmente: Conmebol Libertadores

Participação do México 

ESPN

Apesar de ser uma competição da América do Sul, com o patrocínio da Toyota, em 1998, o interesse de clubes de entrar na competição aumentou, principalmente por causa dos valores do prêmio. Por esse motivo, neste ano o México entrou como time convidado.

Os clubes mexicanos continuaram na disputa até 2016, quando decidiram abrir mão do campeonato por causa de mudanças implementadas pela Conmebol. Entre os motivos, eles destacaram a dificuldade para conciliar os calendários e a insatisfação com a nova distribuição de vagas, o México teria três, o Brasil e a Argentina cinco. Com a saída do México, o Brasil ganhou mais duas vagas e a Argentina uma.

Apesar de já terem participado 18 times mexicanos, nenhum ganhou a Libertadores. Além disso, mesmo se ganhasse, o clube do México não teria direito a vaga no Mundial da Fifa, pois o país não é filiado à Commebol e só participava do campeonato como convidado 

Premiação da Libertadores

Goal

Depois da partida final, é feita uma cerimônia para entregar o troféu. Ele fica em posse, temporária, da equipe campeã e deve devolvê-lo antes da competição do ano seguinte. A equipe recebe, então, apenas uma réplica da taça.

Outra vantagem da equipe participante é o direito de disputar a Recopa Sul-Americana, do ano seguinte, com o campeão da Copa Sul-Americana, além da vaga no Mundial da Fifa. O campeão também recebe uma premiação financeira.

O Brasil já ganhou 21 Libertadores. Os times campeões são o São Paulo, Grêmio, Santos, Cruzeiro, Internacional, Vasco, Flamengo, Atlético Mineiro, Palmeiras e Corinthians.

Fonte: Brasil Escola, Conmebol 

História do Brasil: coisas que você não sabia

Matéria anterior

Por que temos a tradição de comer peru no Natal?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications