Natureza

Quais são as árvores mais perigosas do mundo?

Teixo europeu árvores perigosas
0

Não é segredo que precisamos de plantas para a nossa sobrevivência. Também não é segredo que existe todo tipo de planta por aí, variando de tamanho, textura, cor e habitat. Algumas servem de comida, outras nem tanto. Também existem aquelas que são tão perigosas que podem até mesmo nos matar.

Árvore da morte

A Cerbera odollam é mais conhecida como a “árvore da morte”. Essa árvore gera uma substância fatal e indetectável e é encontrada em regiões de pântano na Índia.

Assim, seu veneno poderoso se encontra em seus grãos e causam sintomas como sensação de queimação, vômito violento, respiração e batimentos irregulares, comas e até morte. Toxicologistas dizem que a semente pode ter sido usada como arma química, embora seja mais relacionada ao suicídio.

Gympie Gympie

Gympie gympie árvores perigosas

Reprodução

Se você já sentiu o ferrão de uma abelha, sabe que não é nada agradável. Mas, para a sua sorte, você provavelmente nunca sentiu a picada de uma Gympie Gympie. Ela é encontrada em florestas tropicais na região do norte da Austrália e parece inofensiva com suas folhas peludas em formato de coração.

No entanto, é melhor ficar longe. Você pode ter uma reação alérgica gravíssima e nem proteção convencional como máscara ou luvas ajuda. O ferrão das folhas causa coceira extrema e só um tratamento com anti-inflamatórios pode aliviar esse sintoma. A sensação relatada pelas vítimas dessa árvore é de dor extrema, muito além do que se pode imaginar. 

Pinheiro bunya

O pinheiro bunya existe desde a época dos dinossauros e pode ser encontrado hoje na região de Queensland, na Austrália. Assim como um pinheiro comum, essa árvore cresce como pirâmide e, quando amadurece, assume forma de cúpula no topo.

Suas pinhas parecem abacaxis, mas são muito maiores e mais pesadas. Por isso, são perigosas. As pinhas pesam até seis quilos e são maiores que uma cabeça humana, então imagine o acidente que causa quando uma cai lá de cima.

Assim, o impacto pode facilmente desmaiar alguém e até causar seu fim. Para evitar essas tragédias, essas árvores têm cercas construídas ao seu redor, impedindo que um desavisado passe por baixo dos galhos. 

Mangue leitoso

Mangue leitoso

Ahmad Fitri/Flickr

A Excoecaria agallocha é uma espécie de mangue, sendo encontrada na Índia e na região noroeste da Austrália, mas é diferente das demais. Ela também recebe o nome de mangue leitoso ou mangue cego.

Quando um galho ou folha é quebrado, uma seiva leitosa sai da planta. Vale ressaltar que você definitivamente não deve tocar no líquido, porque ele pode causar bolhas dolorosas na pele ou cegueira temporária em contato com os olhos.

O mangue leitoso é considerado prejudicial nesse caso, mas estudos mostram que ele também tem seus benefícios. Quando usada de forma adequada, a árvore contém substâncias que podem ser antibacterianas, antiúlcera, antioxidantes e anticancerígenos. Mas, se você não for um pesquisador especializado, é melhor ficar longe dela.

Oleandro

Oleandro é uma árvore conhecida por muitos jardineiros domésticos e possui lindas flores em forma de funil. Dessa forma, a flor pode ser branca, rosa, vermelha ou amarela. A maioria das variantes exala um cheiro agradável, o que faz dessa árvore uma ótima opção decorativa.

No entanto, todas as partes da planta são letais. Ela contém substâncias como glicosídeos cardíacos, saponinas, oleandrina e muito mais coisas tóxicas. A ingestão da planta pode causar erupções cutâneas, distúrbios visuais, problemas gastrointestinais, confusão, desorientação, desmaios, batimentos irregulares e até letargia. Se não tratado, pode causar problemas graves e fatais.

Teixo europeu

Teixo europeu árvores perigosas

Pixabay

Também conhecido como Teixo inglês, essa árvore ornamental é encontrada por toda a Europa e na Ásia. Ela pode atingir até 30 metros de altura e, assim como o oleandro, possui substância mortal em suas folhas e galhos. A substância é chamada de Taxina e, caso ingerida, pode fazer com que o usuário morra algumas horas depois. Os principais sintomas são tremores, fraqueza, pulso fraco, sensação de frio e, em seguida, falecimento repentino.

Castanha venenosa

A árvore de estricnina, também conhecida como castanha venenosa, é encontrada na Índia e no sudeste da Ásia. Ela se desenvolve em habitats abertos e pode até parecer inofensiva, mas ela contém uma das substâncias mais mortais para o ser humano.

Dessa maneira, ela é fonte de estricnina, substância extremamente tóxica que atua no sistema nervoso e muscular. A exposição pode causar contração tetânica súbita, confundindo o envenenamento com a manifestação do tétano.

Com apenas cinco miligramas, você pode sentir ansiedade, inquietação, convulsões dolorosas, dificuldades respiratórias e até fatalidade por asfixia. Por isso é uma das árvores mais perigosas do mundo. Para a nossa sorte, o permanganato de potássio pode subjugar a toxina. Mesmo assim, uma lavagem estomacal é necessária imediatamente. 

Quais são as armas brancas mais perigosas?

Matéria anterior

NASA compartilha as melhores fotos de 2021

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications