A Idade Média, ou Idade Medieval como muitos conhecem, é um período da história da Europa entre o século X e XV. Tudo começou com a Queda do Império Romano no Ocidente e terminou durante a transição para a Idade Moderna. A Idade Media é o período que dividiu, de forma clássica, a história ocidental em três períodos. Esses são: a Antiguidade, Idade Média e Idade Moderna. Sendo então frequentemente dividido em Alta e Baixa Idade Média. Muitas pessoas pensam várias coisas quando ouvem falar desse período. Alguns imaginam cavaleiros com armaduras de prata andando pelas ruas, batalhas mortais dos mesmos, lutas utilizando catapultas e castelos incríveis.

Há quem pense diretamente nas doenças que marcaram o mundo para sempre, como a peste bubônica. Falta de higiene, soberania da Igreja e ignorância científica também estão entre os pensamentos mais comuns. Por falta desse conhecimento da ciência, o período também é chamado de "Idade das Trevas". No entanto, as impressões que temos hoje em dia da época não são totalmente verdadeiras. Uma pesquisa conduzida pela Universidade de Warwick, na Inglaterra, corrobora a ideia de que as pessoas daquele tempo estavam muito longe de serem ignorantes.

Descobriram que um remédio criado, ainda na Idade Média, é capaz de tratar infecções bacterianas dos dias atuais. E foi pensando nisso que decidimos trazer essa matéria. Confira conosco mais detalhes e compartilhe com seus amigos desde já. Sem mais delongas, vamos lá.

Publicidade
continue a leitura

Remédio da Idade Média eficaz contra infeções bacterianas atuais

Cientistas contaram, em um artigo publicado recentemente na Scientific Reports, que recriaram um remédio medieval. Esse é conhecido como "Bald's eyesalve", podendo ser traduzido como "Colírio do Bald". O medicamente demonstrou atividade antibacteriana promissora. Essa "poção" tem pelo menos 1 mil anos de idade. Em sua composição, há cebola, alho, vinho e sais biliares. Os estudiosos testaram a mistura em culturas bacterianas planctônicas com vários tipos de microrganismos.

Publicidade
continue a leitura

Eles então descobriram que o remédio foi bastante eficaz contra diversos deles, inclusive alguns gêneros mais resistentes, como Staphylococcus e o Streptococcus. A solução foi ainda capaz de controlar biofimes, o que também é bastante importante para a criação de um medicamente bactericida. "O colírio de Bald enfatiza a importância do tratamento médico ao longo do tempo", disse Christina Lee. Essa é autora do estudo. "Isso mostra que, no início da Inglaterra medieval, as pessoas tinham pelo menos alguns remédios eficazes", completou.

Publicidade
continue a leitura

De acordo com os estudiosos, um dos ingredientes mais poderosos da mistura é o alho. Isso porque o alimento contém alicina, que é um princípio ativo bastante forte contra bactérias. Os pesquisadores esperam que essa descoberta auxilie no desenvolvimento de novos medicamentos antibacterianos, principalmente contra microrganismos mais resistentes.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comente então pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Vale sempre lembrar que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento. Aproveite para fazer um tour pelas curiosidades do nosso site.

Publicado em: 05/08/20 14h58