Da nova geração de super-heróis no cinema, Deadpool se tornou o primeiro anti-herói de maior sucesso. O curioso, contudo, foi o começo complicado do personagem. Ele foi visto pela primeira vez em X-Men: Origens – Wolverine, em 2009. Interpretado por Ryan Reynolds, a representação foi a mais desastrosa possível. Um horror vivo para os leitores de quadrinhos. A situação pegou tão mal que a Fox decidiu não mexer mais com o Wade Wilson por algum tempo. Foram anos de amadurecimento até o estúdio tentar de novo. E nada como o tempo – e uma boa reflexão – para curar os tropeços.

Em 2016, Ryan Reynolds reprisou seu papel do Mercenário Tagarela, mas dessa vez, tudo estava em perfeita sintonia. A caracterização do personagem foi a melhor possível. Sua personalidade e história foram bem adaptadas para a tela e, assim, Deadpool conquistou o público geral. A popularidade do anti-herói disparou e o filme conseguiu agradar a crítica especializada e os fãs de todos os lados. Tanto os de quadrinhos quanto os casuais. Com o resultado positivo, nada mais natural ter uma continuação. Ela chegou nos cinemas em 2018, junto com a compra da 21st Century Fox pela Walt Disney. Resultando na pergunta: e agora?

Publicidade
continue a leitura

As chances de Deadpool 3

Publicidade
continue a leitura

De modo geral, a compra da Fox pela Disney não é algo tão bom assim. Embora os Estados Unidos tenham uma política contra o mercado do monopólio, a fusão terá mudanças significativas ao mundo do entretenimento. Até porque, o estúdio tinha outras tantas franquias de sucesso e não apenas os personagens da Marvel. Seja como for, a compra foi aprovada pelo Departamento de Justiça e, em pouco tempo, Kevin Feige já poderá começar a mexer nos X-Men e Quarteto Fantástico. O negócio talvez não tenha sido tão bom para Deadpool.

Publicidade
continue a leitura

O problema é que o personagem não se encaixa exatamente nos padrões Disney. E isso é apenas uma das questões. Quando uma franquia troca de casa, ela tende a ser reiniciada. Nova história, elenco e equipe técnica. No caso de Deadpool, tudo o que tínhamos até o momento eram especulações. Até agora. Em uma entrevista à Variety, enquanto promovia Once Upon a Deadpool, o ator Ryan Reynolds comentou sobre o futuro do personagem no cinema. De acordo com ele, o terceiro filme irá “por um caminho completamente diferente. Normalmente, eles fazem um reboot ou mudam algum personagem”, falou. Ou seja, apesar de ainda haver esperanças, o Deadpool visto nos filmes anteriores pode não ser o mesmo.

Publicado em: 23/01/19 17h07