Entretenimento

Smallville completa 20 anos em 2021

0

Em meados de 2001, a maioria das adaptações que foram produzidas com foco no grande Superman foram consideradas pela crítica como ‘mornas’. Para mudar o cenário, chega, então, às telinhas Smallville. A produção, cujo foco era total no protagonista, veio à tona para nos apresentar a origem do Superman e o que motivou o personagem a se tornar um herói.

A série, como sabemos, se debruça parcialmente no período da adolescência de Superman, momento importante que lhe faz entender como todas as suas ações são capazes de gerar um forte impacto no ambiente a sua volta e como seu caráter e sua personalidade é moldada em função desse aprendizado.

Olá, Smallville

Poucas pessoas sabem mas, nos anos 2000, não havia um forte interesse em se lançar uma produção que fosse focada em Clark Kent enquanto herói, ainda mais algo que retratasse sua adolescência, afinal, o personagem em se rendia muito mais audiência fazendo parte de produções que englobavam um elenco maior de personagens.

Por esse motivo, acredita-se que o público poderia estar muito mais interessado em assistir uma produção que envolvesse o ardiloso Batman. A produção colocando em foco o morcego seria criada pela produtora Tollin\Robbins. A trama do programa, basicamente, seria em torno da adolescência de Bruce Wayne e mostraria os acontecimentos que o levou a se tornar o vigilante de Gotham.

A ideia, acredite ou não, foi descartada pela Warner Brothers. Diante disso, a Tollin\Robbins, para não abrir mão de um programa que ilustrasse a fase juvenil de um herói dos quadrinhos, teve que readaptar o plano inicial. A ideia funcionou, tanto que o presidente da Warner Bros não demorou nadinha em entrar em contato com os produtores Alfred Gough e Miles Millar. A gigante deu o aval e Smallville, finalmente, ganhou vida.

Divulgação

Em 2001, Craig Byrne, autor da série, atendeu a imprensa para falar sobre como o projeto veio parar na sua mão. “Nós recebemos uma ligação do Peter Roth, que é o presidente da Warner Bros, e ele disse que queria produzir uma série sobre o jovem Clark Kent. Ficamos intrigados, mas também ficamos bem animados”.

“Não tínhamos interesse em fazer Superboy, mas sim algo mais legal e focado no personagem. Queríamos que nosso Clark Kent tivesse angústia e nervosismo, sem perder a essência de quem ele se tornaria”.

Na época, especificamente na mesma entrevista à imprensa, o autor é questionado sobre o que o motivou a produzir algo que ilustrasse a juventude do Superman. “Ele é um desses personagens que deixaram uma marca indelével na cultura popular. O fato de grandes super-heróis, como Batman e Superman, terem durado tanto tempo é porque eles podem ser reinterpretados para cada geração… Nós gostamos da ideia de introduzir o Superman para uma nova geração. O fato dele não vestir o traje em Smallville nos dá a chance de explorar o lado humano do Superman. Isso é o que nos atraiu de fato”.

Para traçar todas as temporadas de Smallville, os produtores Gough e Millarse inspiraram tanto em uma antiga minissérie sobre o super-herói, como também em uma das melhores histórias sobre a personagem: A premissa de Superman: Quatro Estações, escrita por Jeph Loeb e ilustrada pelo Tim Sale.

Partindo daí, Smallville acabou trazendo à tona uma trinca de personagens principais: Clark Kent (Tom Welling), Lana Lang (Kristin Kreuk) e Lex Luthor (Michael Rosenbaum). O programa estreou em outubro de 2001, na antiga The WB (hoje CW) com um índice de audiência de 8.40 milhões de telespectadores.

Smallville acabou conquistando o público e ficou famosa por ser a reestruturação não oficial da CW capaz de produzir o maior número de adaptações de quadrinhos da DC Comics.

8 séries que chegam ao fim em 2021

Matéria anterior

As coisas incríveis que podemos fazer com bicarbonato de sódio

Próxima matéria

Você pode gostar