Trigêmeos participaram de um experimento assustador por 19 anos sem saberem

POR Natália Pereira    EM Ciência e Tecnologia      06/04/18 às 13h36

Já imaginou viver uma completa mentira durante 19 anos de sua vida? O caso dos trigêmeos Bobby Shafran, Eddy Galland e David Kellman acabou chocando as pessoas de Nova York assim que foi descoberto. Ele ganhou tanta repercussão na época que os garotos acabaram participando do filme Desperately Seeking Susan (Procura-se Susan Desesperadamente), de 1985. Mas nem tudo acabou bem para eles.

Os três irmãos passaram 19 anos de suas vidas sem nem ao menos imaginar que os outros existiam. E o pior de tudo foi que, depois de revirar o seu passado e a sua origem, descobriram que a sua separação foi proposital. Na verdade, eles foram direcionados a diferentes famílias adotivas como parte de um experimento científico absurdo. Tudo isso para comprovar uma tese desenvolvida pelo psicanalista Peter Neubauer.

A descoberta

Depois de passarem 19 anos de suas vidas sem saberem que eram trigêmeos, a descoberta acabou vindo de forma ainda mais inesperada. Um deles, Bobby Shafran, acabou entrando na Sullivan County Community College em 1980, e foi aí que tudo começou.

Assim que ele chegou lá, começou a ser cumprimentado, abraçado e beijado por pessoas que nunca havia visto antes. Mas acabou não fazendo nada a respeito, até que um veterano chamado Michael Domnitz se aproximou dele ainda perplexo. O jovem era um grande amigo de Eddy Galland e jurou para Bobby que ele e seu amigo eram exatamente iguais.

Michael (presente na foto acima junto com Eddy Bobby) sabia que seu amigo não poderia estar lá, pois havia abandonado a universidade, e tinha certeza que aquela semelhança não era "coincidência". Logo ele começou a fazer perguntas pessoais para o novato. Tais como o seu nome, idade, dia do aniversário e até mesmo se ele era adotado. E, assim que todas as respostas bateram com as de Eddy. Assim, ele acabou programando um encontro entre os dois.

O encontro

Assim que Bobby Eddy se encontraram pela primeira vez, ficaram chocados com a semelhança entre eles. Além da aparência e da voz, eles tinham gostos idênticos. Os dois eram lutadores amadores, amavam comida italiana, gostavam dos mesmos filmes e até fumavam o mesmo cigarro.

Eles tiveram uma identificação repentina e logo se tornaram próximos. A sua história se espalhou por toda a cidade, aparecendo até nos jornais locais. E foi aí que eles tiveram mais uma surpresa. Depois que os gêmeos tiveram suas fotos publicadas no jornal, ela acabou sendo vista por David Kellman.

David, o outro irmão que até então ainda era desconhecido, acabou entrando em contato com os dois depois de ver a matéria no jornal. Ele afirmou que também havia nascido em 12 de julho de 1961 em Long Island e que era adotado. O que, portanto, significava que eles eram trigêmeos. Foi então que o encontro entre os três aconteceu. Fazendo com que a história se popularizasse ainda mais. Só que, junto com a felicidade do encontro, vieram alguns questionamentos, como o porquê de terem sido separados.

O estudo

Depois de começarem a fazer algumas indagações, eles acabaram descobrindo que nenhum dos pais adotivos sabia da existência dos outros irmãos. Além disso, os familiares acabaram dizendo que os garotos tiveram supervisão mensal durante os 12 primeiros anos de sua vida.

Eles passaram por testes de inteligência, comportamento e personalidade. Tendo momentos de suas vidas gravados e documentados. Os pais afirmaram acreditar que eles faziam parte de um estudo de desenvolvimento e que era parte do processo de adoção, mas isso não era verdade.

O fato dos três terem passado pelo mesmo "processo" pareceu estranho e fez com que eles buscassem ainda mais informações. E a resposta que encontraram foi chocante. O psicanalista Peter Neubauer, do Centro de Desenvolvimento Infantil de Manhattan, acabou promovendo um estudo para descobrir como os gêmeos se desenvolviam separados.

Ele tinha como objetivo observar se as suas personalidades se pareceriam, tentando entender a influência da genética e da criação em cada um. Mas, depois de não obter um resultado controverso, o estudo acabou se encerrando e seus dados não foram publicados.

A tragédia

Mesmo que os garotos tenham passado bons momentos juntos, depois de descobrirem a existência dos irmãos, nem tudo terminou bem. Aparentemente, os trigêmeos seriam, na verdade, quadrigêmeos, mas um deles não sobreviveu ao parto. Todas essas informações foram demais para que Eddy pudesse aguentar. Ele acabou entrando em depressão e se matou quando tinha 33 anos.

Hoje, os dois irmãos sobreviventes, Bobby e David, já tem 56 anos e tentam levar a vida da melhor forma que podem. Superar as perdas que tiveram, a forma como aconteceram e saber que foram vítimas de um experimento como esse com certeza não é nada fácil.

Esse ano, a história dos garotos acabou dando origem ao documentário 'Three Identical Strangers'. O estudo acabou gerando consequências na vida de todos esses irmãos e de seus familiares. Além disso, eles acreditam que o experimento foi feito com outras crianças gêmeas na mesma época mas que elas nunca chegaram a descobrir o que aconteceu.

Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+