Curiosidades

Um soldado medieval com espada e facas foi descoberto no fundo de um lago na Lituânia

0

O conhecimento humano se dá devido a uma das principais características, que diferenciam os humanos dos outros animais, a inteligência. Ela é o que nos permite estar em constante evolução. E ela é a responsável pelo que somos e sabemos. Como nossa história é feita por “buracos”, que são os trechos que não conhecemos, as descobertas arqueológicas vêm para tentar preenchê-los.

Novas descobertas nos proporcionam uma nova perspectiva sobre alguns capítulos que passaram. Além disso, nos dão uma nova compreensão sobre a humanidade.

Há mais de 500 anos,  o corpo de um soldado medieval acabou no fundo de um lago da Lituânia. E lá, ficou escondido por ´seculos embaixo da lama. Agora, esses restos foram finalmente descobertos.

Descoberta

Esse esqueleto foi descoberto em uma inspeção subaquática da velha ponte de Dubingiai, no lago Asveja. O local fica no leste da Lituânia. De acordo com Elena Pranckėnaitė, pesquisadora da Universidade Klaipėda, o que encontraram não foi um cemitério. Ao invés disso, provavelmente, as correntes aquáticas depositaram os sedimentos que cobriram o esqueleto ao longo das décadas.

O esqueleto também foi examinado por cientistas da Faculdade de Medicina da Universidade de Vilnius. E eles disseram que a pessoa era do sexo masculino. Além disso, teria morrido no século XVI. A causa da morte ainda não é sabida. No entanto, as armas e outros itens, que também foram recuperados perto do esqueleto, sugerem uma situação militar.

Segundo Pranckėnaitė, enterros humanos relacionados com a guerra foram descobertos por toda a região. Mas essa é a primeira vez que um soldado medieval foi descoberto debaixo da água na Lituânia.

A ponte Dubimgiai, que é uma das maiores pontes de madeira e ainda está em uso na Lituânia, foi construída em 1934. Por isso, suas vigas de madeira estão sendo substituídas por metal. E os arqueólogos estão colaborando com mergulhadores amadores para fazer o levantamento. Os mergulhadores acharam os restos mortais do soldado. Estavam a uma profundidade de nove metros, enquanto faziam a inspeção do sistema de suporte da ponte de madeira. Foi aí que localizaram o ícone.

Soldado

Em 1998, uma outra pesquisa tinha revelado que outra ponte ficava no mesmo lugar entre os século XVI e XVII, época em que o soldado medieval morreu.

“Por enquanto, presumimos que os restos mortais descobertos podem estar ligados à antiga ponte que levava ao castelo Dubingiai, que ficava no topo da colina às margens do Lago Asveja”, disse ela.

A descoberta dos restos mortais do soldado foi uma surpresa grande. Mas mais surpreendente foi a preservação notável do esqueleto. Assim como a dos artefatos que estavam junto com ele.

Junto com o soldado, os mergulhadores recuperaram um par de botas de couro com esporas, um cinto de couro com fivela, uma espada de ferro. Além disso, também havia duas facas com cabos de madeira.

Agora, uma equipe composta por arqueólogos, antropólogos e historiadores do Museu Nacional da Lituânia está trabalhando para conservar e interpretar esses artefatos achados.

“Essa descoberta e os dados são realmente ‘recentes’ e ainda precisam ser analisados ​​com cuidado. Esperamos ‘contar a história’ deste soldado pelo menos em um ano”, finalizou Pranckėnaitė.

7 cores e o que elas significam em algumas partes do mundo

Matéria anterior

Sarada Uchiha libera novo Sharingan em Boruto

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.