Curiosidades

Veja como é morar nos apartamentos de Hong Kong conhecidos como “formigueiros”

Hong Kong
0

Existem aproximadamente 7 bilhões de pessoas no mundo, distribuídas pelo globo de uma maneira bem desigual. A densidade populacional é a medida entre habitantes e o espaço para viver, e Hong Kong leva o título de cidade com maior densidade se formos considerar os dados oficiais.

Com 7.242 milhões de pessoas, são 6.650 habitantes por quilômetro quadrado. Sendo assim, essa estatística piora na costa norte, que tem uma concentração maior que 26 mil pessoas por quilômetro quadrado. Tudo indica que o número de pessoas está só aumentando, já que a cidade não para de crescer. Então, sem espaço, para onde ela cresce? A resposta é simples. Para cima!

A maior parte das pessoas que moram em Hong Kong moram em prédios gigantes conhecidos como “formigueiros”. Mas, olhar de fora é diferente de saber como é, de fato, morar lá dentro

O custo médio por metro quadrado é o equivalente a 119 mil reais, aproximadamente. Caso isso não tenha te assustado, saiba que o custo médio do metro quadrado no Rio de Janeiro é cerca de 10 mil reais! Com isso, é perceptível que a desigualdade social é marcante em Hong Kong e, para ter onde morar, você precisa ou ter muito dinheiro ou estar disposto a sacrificar seu conforto. Em um prédio “fomrigueiro”, existem diversos tipos de moradia para atender a diferentes níveis de renda.

Alojamento para pessoas pobres

Hong Kong

FAILORBIT/YouTube

A pobreza é um problema sério em Hong Kong, com mais de 20% da população vivendo abaixo da linha de pobreza. Isso é cerca de 1,5 milhão de pessoas! Para essas pessoas em busca de moradia, os “formigueiros” são albergues de quartos com 20 cabines individuais de 180 por 60 centímetros, em média. As condições são desumanas e, mesmo assim, não é barato. O aluguel é de 700 a 800 reais por mês e a maior parte dessas pessoas trabalham em subempregos.

Alojamento compartilhado para pessoas de baixa renda

Hong Kong

Vox/YouTube

Para pessoas de baixa renda, existem os apartamentos comunitários. Normalmente, são de 5 a 6 quartos minúsculos em um único apartamento, tendo espaço só para uma cama e uma mesa. Já a cozinha e o banheiro são compartilhados por todos. O aluguel sai por aproximadamente dois mil reais por mês.

Alojamento para jovens

Casa em Hong Kong

VOA News/YouTube

Sair de casa e começar sua vida já não é tarefa fácil, mas em Hong Kong é ainda mais difícil. Para alugar um apartamento, é preciso ter muito dinheiro. Um “formigueiro” afastado do centro vai custar cerca de 6.600 reais por mês. Já um salário médio para homens é 9.900, enquanto para mulheres é 7.700.

Por isso, jovens tendem a alugar apartamentos não muito confortáveis. Em muitos deles, nem cozinha tem. Mas, esses apartamentos possuem bastante tecnologia inteligente, que facilita um pouco o cotidiano para os jovens.

Alojamento para pessoas de classe média

Apartamento em Hong Kong 2

Seth Neeley/YouTube

As pessoas de classe média são relativamente bem-sucedidas, com realizações profissionais e bons salários. Assim, elas podem alugar os melhores apartamentos disponíveis nos “formigueiros”, podendo até ter apartamento próprio. Se for comparar com outras realidade, esses apartamentos ainda são pequenos, com capacidade de 4 a 5 pessoas no máximo.

Apartamento em Hong Kong

BBC/ YouTube

Por isso, é comum que os membros da família não tenham quartos individuais. Assim, os moradores engenhosos de Hong Kong sempre buscam soluções para a falta de espaço. Por exemplo, instalam camas futurísticas que acabam criando espaços separados.

Qual a relação da água com a função cognitiva?

Matéria anterior

A ciência explica o porquê dos pais esquecerem os filhos no carro

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos