Curiosidades

Qual a relação da água com a função cognitiva?

0

A água é considerada uma substância vital para a espécie humana. Ela não apenas é necessária para a nossa sobrevivência como constitui a maior parte do nosso organismo e também do nosso planeta. Nós a bebemos, a utilizamos para o preparo de refeições, higiene pessoal, doméstica, transporte, produção de energia elétrica e várias outras coisas.

Das coisas que aprendemos que são essenciais para vivermos, está o ato de respirar e tomar água. Contudo, muita gente esquece de beber água. A verdade é que se manter hidratado é tão importante quanto uma dieta saudável. A água é fundamental para o funcionamento do organismo e desempenha várias funções.

Nesse ínterim, pesquisadores investigaram se os níveis de hidratação e a ingestão de água entre os idosos estavam relacionados à função cognitiva. Como resultado, eles viram que as mulheres que possuíam níveis de hidratação baixos também possuíam menos capacidade de concentração, atenção e memória. Os pesquisadores não encontraram resultados semelhantes nos homens.

Estudo

Água rocha branca

“O estudo nos dá pistas sobre como a hidratação e os hábitos relacionados à cognição se relacionam em adultos. Isso mostra que os adultos enfrentam um risco maior de declínio cognitivo com o passar do tempo. Por isso, acreditamos que os mais velhos devem cumprir recomendações diárias sobre a ingestão de água”, disse Hilary Bethancourt, pesquisadora em saúde biocomportamental na Penn State.

Os pesquisadores encontraram resultados semelhantes nos participantes que bebiam muita água. “Descobrimos que a hiperidratação pode ser tão prejudicial ao desempenho cognitivo, quanto a desidratação. Por causa disso, atingir o ‘ponto ideal’ da hidratação é o melhor a se fazer”, acrescentou um outro pesquisador.

Para os pesquisadores, a desidratação sempre afetou o desempenho cognitivo. No entanto, estudos anteriores se concentraram apenas em jovens saudáveis. A maioria dos jovens que participava dos estudos era vítima da desidratação ocasionada por exercício físico e/ou exposição ao sol.

Água

Conceito home care

Dessa forma, como o exercício, a temperatura ambiente e corporal podem interferir naturalmente em nossas atividades cognitivas. Assim, os pesquisadores decidiram avaliar os efeitos da hidratação naqueles que não praticam exercícios físicos diariamente, ou que ficam expostos ao calor, especialmente em pessoas da terceira idade.

“À medida que envelhecemos, nossas reservas de água diminuem devido a reduções na massa muscular. Além disso, nossos rins se tornam menos eficientes em reter água e os hormônios. Nesse contexto, provocam uma maior sensação de sede. Ou seja, acabam motivando mais a ingestão de água”, ressaltou Bethancourt.

“Portanto, sentimos que era particularmente importante analisar o desempenho cognitivo em relação ao estado de hidratação e ingestão de água entre os adultos mais velhos, que regularmente podem sofrer desidratação”, continuou.

Então, para o estudo, participaram 1.271 mulheres e 1.235 homens. Todos com 60 anos de idade ou mais. Nesse ínterim, os participantes foram questionados sobre hábitos alimentares. Os pesquisadores também coletaram amostras de sangue.

Observações

Tua saúde

Com base nas concentrações de sódio, potássio, glicose e nitrogênio no sangue dos participantes, os pesquisadores conseguiram estabelecer um status para a ‘hidratação’. Para avaliar as atividades cognitivas, os participantes tiveram que realizar algumas tarefas.

“Depois de analisar fatores como idade, horas de sono, nível de atividade física e até mesmo o diabetes, e avaliar separadamente os dados dos homens e das mulheres, percebemos que houve um declínio de atividade cognitiva naqueles que não se hidratavam”, pontuou Bethancourt.

Como os dados são transversais, os pesquisadores precisam realizar novos estudos para ter certeza se os níveis de hidratação, abaixo do ideal, estão comprometendo o nível cognitivo ou se as pessoas com menor atividade cognitiva têm apenas maior probabilidade de estar sub ou hiperidratadas.

Os pesquisadores também não sabem dizer porque nos homens o resultado foi diferente. Outros resultados sugeriram que a atenção é um dos domínios cognitivos mais afetados pelo estado de hidratação. Como resultado, o objetivo dos pesquisadores com o estudo é que as pessoas passem a se importarem mais em se manterem hidratadas.

Fonte: Pubmed

Imagens: Água rocha branca, Conceito home care, Tua saúde

Estudo tem más notícias sobre beber moderadamente

Matéria anterior

Veja como é morar nos apartamentos de Hong Kong conhecidos como “formigueiros”

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos