Curiosidades

Vendedor é acusado de tentar assassinar chefe com saliva contaminada por covid

0

De acordo com uma reportagem, publicada pelo portal de notícias Mais Goiás, Ramazan Cimen, um vendedor de carros em Adana, na Turquia, foi acusado recentemente de tentar assassinar o próprio chefe. Segundo o portal, Cimen havia inserido saliva contaminada pelo vírus da covid-19, em um copo que o patrão utilizava no local de trabalho.

O vendedor de carros comprou a saliva de uma pessoa que estava com sintomas do novo coronavírus e, em seguida, a misturou na bebida que o proprietário da concessionária, Ibrahim Unverdi, iria tomar. Felizmente, um outro funcionário de Unverdi o alertou sobre o fato.

Vendedor vs. patrão

Segundo informou a reportagem do Mais Goiás, a relação entre o funcionário e o patrão já estava estremecida há tempos. Conforme expôs o site Hurriyet, da Turquia, o desentendimento entre ambos começou quando Unverdi deu a Cimen uma alta quantia de dinheiro – proveniente da venda de um carro – para ser transferida ao escritório.

O vendedor, porém, desapareceu com o montante e, dias depois, quando reapareceu, informou ao chefe que havia transferido o dinheiro para um agiota, o qual estava devendo. Ao que parece, foi com essa mesma quantia que Cimen pagou comprou saliva contaminada.

Unverdi, assim que ficou sabendo sobre a saliva infectada, denunciou o caso tanto à polícia, quanto à imprensa. Nesse ínterim, o dono da concessionária acabou recebendo algumas mensagens de ameaças de morte em seu telefone. “Não pude te matar com o vírus. Vou atirar em sua cabeça da próxima vez”, escreveu Cimen.

“É a primeira vez que ouço falar de uma técnica de assassinato tão bizarra. Graças a Deus não fiquei doente”, disse a vítima.

“Eu preferia que ele me matasse em vez de tentar me infectar com o vírus. Minha mãe e meu pai têm uma doença crônica. Se ele me infectasse com covid-19, eu poderia ter infectado minha família e as pessoas ao meu redor. Pelo menos se ele atirasse na minha cabeça, eu seria o único a morrer. Não há necessidade de ser tão mau”, justificou.

O ex-funcionário, agora, responde na justiça por tentativa de assassinato e ameaça de morte. “Graças a Deus, o escritório do promotor me deu proteção e agora eles estão procurando por Cimen”, falou.

Saliva

Todos nós sabemos que o covid-19 é uma doença altamente contagiosa, que se alastra rapidamente e coloca em risco pessoas com baixa imunidade, como, por exemplo, idosos e pacientes com problemas respiratórios. Todos nós sabemos também que o novo coronavírus pode ser transmitido por um simples aperto de mãos, abraços ou qualquer outro tipo de contato físico e é exatamente por isso que tivemos que aderir ao distanciamento social.

Mas além do contato físico, a saliva pode ser uma forma de transmissão e contágio do COVID-19? De acordo com a dentista, Ana Araújo, sim.

Em entrevista para o portal Sorrisologia, a profissional explica que, “na verdade, todo vírus, inclusive o COVID-19, pode ser pego e transmitido através da saliva”. Para Araújo, é preciso ficar atento a questão, pois o fluido, mesmo proporcionando alguns benefícios para a saúde bucal – como, por exemplo, “auxiliar no processo digestivo, umedecer e proteger a mucosa oral e prevenir os dentes de doenças”-, também abriga milhões de bactérias.

De acordo com a profissional, “todos esses fatores tornam a boca um ambiente favorável para outros microrganismos, incluindo o novo coronavírus”.

Esquiador aquático mais velho do mundo conquista recorde do Guinness

Matéria anterior

7 famosos que foram indicados tanto ao Framboesa de Ouro quanto ao Oscar

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar