Curiosidades

10 países com a maior densidade de robôs

0

Que o futuro será cada vez mais tecnológico não resta nenhuma dúvida, na verdade, o presente já tem sido bastante moldado conforme as novas tecnologias. E como tudo na vida, têm os seus prós e os contras. Os robôs, por exemplo, são máquinas programadas e capazes de executar infinitas tarefas. Mas não se engane, eles não necessariamente querem dominar o mundo e assumir o controle sobre os seus criadores, mas eles querem algo: o seu emprego. Isso mesmo, já é uma realidade muito presente em diversos países, em que essas máquinas estão assumindo as funções que antes eram desempenhadas somente pelos seres humanos.

O Unimate, o primeiro robô a ser usado no trabalho, foi criado em 1956, e devido ao seu sucesso, o mercado de robótica começou a investir no desenvolvimento de robôs para funções de trabalho. Justamente pela sua capacidade de desempenhar diversas atividades, com diferentes níveis de dificuldade, e de uma maneira rápida, eficaz e metódica, sem contar o custo benefício de se ter uma máquina como funcionário tem feito que esse mercado cresça absurdamente.

Muitas empresas aderiram a ideia e começaram a incorporar os novos funcionários tecnológicos ao seu quadro de empregados. E a rápida expansão do trabalho robótico nos últimos anos e seu crescimento em todas ás áreas, desde a produção, passando pela manutenção, até o atendimento ao público tem gerado uma preocupação quanto ao futuro dos trabalhadores humanos. Aqui mesmo já falamos sobre um hotel no Japão onde mais de 50% dos seus funcionários são robôs, mesmo que não tenha funcionado completamente, parece esse ser o futuro dos empreendimentos.

Hoje já contamos com 9 milhões de robôs funcionando em todo o mundo, e com previsão de que mais 4 milhões de novas máquinas cheguem ao mercado já no próximo ano, evidência de que estamos passando por uma era de substituição na automação.

Anualmente, a Federação Internacional de Robótica (IFR) realiza uma pesquisa sobre o mercado de robôs pelo mundo. Segundo os últimos relatórios, publicado na mais recente edição da IFR, somente nos Estados Unidos houve um aumento de 43% no número de robôs multiuso vendidos no país. Enquanto no Canadá, o número de robôs de trabalho aumentou em 72%.

Trazemos para você uma lista com os 10 países com maior densidade de robôs. Os países que contam com a maior proporção de trabalhadores robóticos para trabalhadores humanos. A listagem está de acordo com os números obtidos na última pesquisa da IFR. A base de cálculo usado foi: número de robôs industriais multiuso para cada 10 mil pessoas trabalhando na função.

1 – Coreia do Sul – Densidade de robôs 347

2 – Japão – Densidade de robô 339

3 – Alemanha – Densidade de robôs 261

4 – Itália – Densidade de robôs 159

5 – Suécia – Densidade de robôs 157

6 – Dinamarca – Densidade de robôs 145

7 – Estados Unidos – Densidade de robôs 135

8 – Espanha – Densidade de robôs 131

9 – Finlândia – Densidade de robôs 130

10 – Taiwan – Densidade de robôs 129

E aí, ansioso ou preocupado com essa novidade que, muito em breve, pode se tornar comum também no Brasil?

Esse é o pior predador do ser humano

Matéria anterior

17 imagens que mostram como é viajar em um trem hotel no Japão

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.