CuriosidadesEntretenimento

4 momentos em que você deveria manter seu celular desligado

0

É muito comum em determinados irmos em determinado lugares onde o uso do celular é proibido, como por exemplo aviões, postos de gasolina, cinemas e até mesmo restaurantes e barzinhos. Mas você sabe o por quê dessas proibições? São mitos ou realmente o uso do aparelho telefônico móvel influencia em alguma catástrofe?

Será que os aviões caem? Os postos explodem? E o modo avião, é confiável? No caso dos aviões muitos boatos já ocorreram, inclusive histórias relatadas pela imprensa, como a de um passageiro atender uma ligação durante o pouso de uma aeronave e a mesma perder o controle matando todos os que ali estavam. E nos postos será que há alguma influência?

Já os cigarros, o que acontece se você fumar em um posto de gasolina? E em cinemas, restaurantes, bares…? Realmente é perigoso ou são apenas formas de manter as pessoas mais longe do vício? Vamos descobrir.

Celulares versus Aviões

De acordo com especialistas em aviação, um avião não vai cair caso algum celular esteja ligado. O que pode acontecer é as ondas eletromagnéticas dos celulares, e eletrônicos em geral, interferirem na comunicação entre a aeronave e a torre de comando, e até mesmo em alguns instrumentos do avião.

A grande questão é que isso não passa de uma teoria, as hipóteses são bastante remotas, até aqueles que são “do contra” e gostam de contestar as regras, ao tirar seus celulares do modo avião, nunca foi provada por qualquer estudo.

11071.20832-Eletronicos-em-voos

Segundo os estudiosos do assunto, a única coisa comprovadamente que pode mesmo acontecer, apesar de raro, é um desconforto sonoro, causado pelo celular ligado, um irritante barulho agudo, como o de microfonias. Assim, em momentos como a decolagem e pouso poderia atrapalhar os pilotos, distraindo-os ou fazendo com que não consigam ouvir/receber os comandos da torre de controle.

Apesar de a tecnologia estar a cada dia mais avançada, a possibilidade desses sons acontecerem é bem pequena, só não dá para garantir que nunca vai acontecer. Esse é o motivo pelo qual as companhias aéreas sempre nos pedem que coloquemos o celular em modo avião, tanto dentro quanto no caminho para a aeronave.

E se você super confia no modo avião, é melhor pensar duas vezes, porque de acordo com o professor James Waterhouse, do Departamento de Engenharia Aeronáutica da Escola de Engenharia de São Carlos (SP), o modo avião não é tão seguro como dizem por aí. Isso porque aparelhos domésticos não são rigorosamente testados. Sendo assim, o melhor a se fazer é realmente desligar qualquer aparelho eletrônico que tenha em mãos, pelo menos durante a decolagem e o pouso.

Celulares versus Postos0dd1553c2bc4d57698634c080ceb2248

As bombas de gasolina, quando em atividade, liberam gases que são duas vezes mais pesados que o ar, estes ficam concentrados em um raio de sete metros e meio do local de abastecimento, podendo explodir ao entrar em contato com chamas ou faíscas.

“No momento em que você liga e desliga o celular, por exemplo, há um contato, uma transmissão de energia e esse é o momento do risco. Se o motoqueiro estiver em cima da moto e vier a tocar na parte metálica, também poderá gerar uma centelha em razão da energia estática”, é o que afirma o técnico em segurança do trabalho, Eulálio Cristalino.

De acordo com a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP), as normas determinadas pela portaria nº 116/2000, devem ser afixadas e acessíveis à todos os clientes. Renê Abbad, vice-presidente da Associação Brasileira do Comércio Varejista de Combustíveis Automotivos e Lubrificantes (Brascombustíveis), o grande problema é conseguir conscientizar os motoristas.

E, ainda, conta:  “O consumidor que vem abastecer, sempre tem pressa. É difícil para o frentista explicar que naquele momento você está correndo um risco porque está numa área gasosa-explosiva. A gente pede, mas geralmente ouve o seguinte: ‘estou com pressa’ ou ‘vou a outro estabelecimento’. Fica complicado obrigar a pessoa.”

Celulares versus Cinema

Todos sabemos que não é nada educado usar aparelhos celulares em cinemas e apesar de não ser algo proibido alguns estabelecimentos levam muito a sério a política de não utilização a partir do momento em que as luzes são apagadas.

Apesar disso, algumas pessoas ainda não tem essa consciência, de que mesmo no silencioso a luz dos celulares atrapalham os outros clientes, aqueles que realmente estão interessados em assistir o filme, inclusive trailers e créditos finais.

 

Pensando nisso, a rede de cinemas Alamo Drafthouse, possui uma política estremamente restrita quanto ao uso dos mobiles. E caso o cliente não siga as normas, ela não será apenas avisada, como retirada do cinema. E foi o que aconteceu com uma espectadora de Austin, Texas (EUA), foi retirada da sala por usar o celular, e extremamente insatisfeita com o acontecido ligou para o SAC da empresa, expressando toda a injúria.

A Alamo Drafthouse, recebeu as críticas e xingamentos de uma forma bastante receptiva e humorada. Tanto é que ainda fizeram uma propaganda utilizando a ligação da garota, mas não satisfeitos, no final agradecem por ela nunca mais voltar a frequentar seus cinemas.

Celulares versus Bares

Ultimamente, quando vamos a qualquer barzinho a cena mais comum é a de pessoas mexendo nos celulares, conversando com pessoas que não estão ali, às vezes até as que estão, ou postando fotos, dizendo como estão se divertindo e etc. Ruim não é, proibido menos ainda. Mas a grande questão é a não socialização entre as pessoas que, teoricamente, estão naquele ambiente.

E foi pensando nisso que o bar São Jorge, em São Paulo, em pareceria com a agência Fisher&Friends, criaram os “copos offline”. É um copo especial, com uma fenda na base, para que não possa ficar em pé caso não esteja apoiado em um aparelho celular.

Basta o cliente pedir que o garçom irá entregar o copo. Fábio Salomão, um dos proprietários do bar ainda diz que: “É uma brincadeira. A ideia é ‘chamar’ o amigo de volta pra mesa e não deixar que ele fique o tempo todo no Facebook ou no Twitter. É um beliscão para as pessoas acordarem para o mundo real e retomarem o olho no olho”.

Então, sendo em aviões ou postos de gasolina, por motivos de prevenção à saúde física, ou em cinemas e bares por prevenção à saúde social, o melhor é ter um pouco de senso e manter os celulares desligados nesses e em outros momentos e lugares.

Gostaram? Já sabiam? Comentem com gente!

6 coisas do Kama Sutra que você não vai conseguir nem tentar

Matéria anterior

Em vídeo assustador, garota vomita sangue em ritual de exorcismo

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos