5 tendências do turismo causadas pela pandemia que vieram para ficar
Tempo de leitura:3 Minutos, 14 Segundos

5 tendências do turismo causadas pela pandemia que vieram para ficar

Em suma, nós estamos vivendo a pandemia do coronavírus há um tempo. Felizmente, se fabricou vacinas eficazes contra o vírus e o mundo todo está vacinando suas populações. Mesmo que isso não queira dizer que estamos livres do coronavírus, é uma esperança para a volta do mundo à normalidade antiga.

Ademais, não é novidade para ninguém ver que o surto mudou as nossas vidas e maneiras como lidamos com as coisas. O turismo foi uma das áreas bastante afetadas pela pandemia. E várias dúvidas surgiram a respeito de como esse  setor irá se comportar quando a pandemia for um passado distante.

O certo é que a pandemia trouxe algumas tendências para o turismo que vieram para ficar. Mostramos aqui algumas delas.

1 – Exigência da vacina

Sabemos que a única forma de conter o surto do COVID-19 é através da vacinação. Justamente por isso, tanto no Brasil como nos países estrangeiros que reabriram suas fronteiras para brasileiros estão exigindo que as pessoas que pretendam ir para esses lugares já estejam completamente imunizadas, ou seja, com as duas doses da vacina contra o coronavírus.

Embora o “passaporte de vacina” proposto pela Associação Internacional de Transporte Aéreo não tenha sido instituído no mundo todo, a exigência da vacinação ou testes de COVID é uma tendência forte para o turismo. Cada país tem suas próprias regras, mas o comum de todos é a exigência da imunização completa.

2 – Busca de bem-estar

As viagens são um ótimo aliado para a saúde mental, claro que quando feitas de forma responsável. Ficar uns dias longe da sua rotina pode ajudar no combate ao estresse que o isolamento e a falta de convívio causaram.

Uma tendência que cresceu muito durante a pandemia e tem tudo para continuar em alta é a busca por lugares que promovem o bem-estar.

3 – Conhecer lugares próximos

As primeiras viagens a serem feitas quando já se podia dar uma saidinha foram os chamados bate-volta. As viagens de carro ficaram bem populares. E o chamado turismo doméstico segue com um mercado bem aquecido.

De acordo com o Boletim Mensal Braztoa, feito em parceria entre a Associação Brasileira das Operadoras de Turismo e a consultoria UP Soluções em Turismo, mesmo que as viagens internacionais tenham visto um crescimento com a abertura de fronteira para brasileiros, 74% dos embarques foram para destinos nacionais.

Essa tendência é ótima para o nosso turismo e para os próprios viajantes que descobrem as maravilhas que o Brasil tem a oferecer. Além de descobrirem novos lugares perto que nunca acharam que existia.

4 – Combinar lazer e trabalho nas viagens

Das grandes tendências que a pandemia trouxe, o home office com certeza foi uma. A possibilidade de se trabalhar de qualquer lugar remotamente também impulsionou a hotelaria.

Isso porque, os empreendimentos começaram a criar quartos voltados para o home office e no público local. Além de também adaptarem os espaços para que pais pudessem trabalhar e os filhos estudar.

Tudo isso trouxe a tendência, que veio para ficar, de concilia trabalho ou estudo remoto com viagens a lazer.

5 – Natureza e ar livre

Antes mesmo da pandemia, as chamadas  viagens sustentáveis já estavam sendo discutidas. Mas claro que com a chegada da pandemia esse processo e busca por esse tipo de viagem deu uma grande acelerada.

Essa é uma tendência que está contribuindo para a retomada do turismo em algumas cidades onde a vacinação já está caminhando mais rápido. E fazendo o ecoturismo bombar mais do que nunca.

Vemos que mesmo que tenha parado por um tempo, o setor do turismo sempre se reinventa para ir de encontro com o que a população está procurando. E que, às vezes, as novas tendências podem beneficiar tanto quem viaja como os donos dos estabelecimentos.

Fonte: https://www.msn.com/pt-br/viagem/noticias/dia-mundial-do-turismo-5-tend%c3%aancias-da-pandemia-que-vieram-para-ficar/ar-AAORpiE