Fatos Nerd

7 animes com macabros jogos psicológicos de terror que você precisa assistir

0

Quem acha que só existem animes coloridos com muita ação e lutas intermináveis, está totalmente enganado. Muitos animes exploram gêneros mais maduros e são voltados para um publico mais velho. Assim como no cinema, terror e suspense também são muito comuns e fazem o maior sucesso na terra do sol nascente. Entretanto, alguns podem até achar que, pelos traços caricatos e menos realistas, animes de suspense e terror não colocam tanto medo no espectador.

Sabemos que isso não é verdade e convidamos vocês a conhecer 7 animes com macabros jogos psicológicos de terror que você precisa assistir. Confere aí.

1 – Gantz

A história começa com dois estudantes morrendo no metrô de Tokyo. Entretanto, ao contrário do que muitos acreditam, eles não foram para o céu nem para o inferno. Na verdade foram para um quarto. Dentro dele encontram uma esfera negra, que disponibiliza armas para eles enfrentarem seres malignos. A recompensa da vitória? Uma escolha… Apenas assistam.

2 – Mirai Nikki

O anime conta a história de Yukiteru, um garoto considerado estranho e tímido. Como tem dificuldade em fazer amigos, ele se enxerga apenas como um telespectador na vida. Por isso, tudo que acontece ele anota no seu celular. Eventualmente, ele ganha a possibilidade de ver o futuro através do aparelho, chamado de Diário do Futuro. Entretanto, ele não é o único. Ao perceber que se encontra em um jogo cheio de psicopatas e assassinos, cabe a Yukiteru ganhar o jogo para sobreviver.

3 – Deadman Wonderland

Acusado de um crime que não cometeuGanta Igarashi é imediatamente levado para a prisão. Entretanto, o local não é o que parece ser. O que tem cara de prisão, na verdade é um coliseu, onde os participantes são os próprios presidiários. E se você acha que são pessoas normais, está totalmente enganado. Ao longo da história, Ganta acaba conhecendo uma menina de cabelos brancos que mostra para o garoto poderes que, até então, não sabia que possuía.

4 – Btooom!

Desempregado de 22 anos, Ryota Sakamoto é um jovem adulto que mora com a mãe. Se na vida real o protagonista parece ser um derrotado, no virtual é um habilidoso jogador do game Btooom! Quem imaginaria que um dia ele viria a entrar dentro do jogo? Ryota nunca, e a gente também não. Pelo menos até agora.

5 – Battle Royale

A história se passa em um mundo fictício, no qual o Japão entra em uma ditadura cruel. Graças à manipulação das notícias, as pessoas se tornam cada vez mais ignorantes. Para evitar qualquer rebeldia, o governo seleciona uma classe no final de cada ano e coloca colares explosivos em cada um dos alunos, forçando-os a entrar em um jogo sangrento no qual devem matar os próprios colegas para se manter vivos. Quem viu a semelhança com Jogos Vorazes, não se enganou. Battle Royale foi inspirado em um livro, o qual também serviu de inspiração para a autora americana.

6- King’s Game

Tudo começa quando os estudantes recebem uma mensagem exatamente à meia-noite. A mensagem diz para participarem de um jogo. Caso não participem, haverá uma punição. Como primeira ordem, a mensagem diz para um menino e uma menina se beijarem. Como não acreditam na mensagem, eles não se beijam. No dia seguinte, ambos aparecem mortos em circunstâncias estranhas. Com medo de terem o mesmo fim, os outros estudantes são forçados a jogar – e as coisas só pioram.

7- Jinroh Game

Nesse bizarro anime, 10 estudantes são selecionados para um jogo, e depois divididos em 8 aldeões e 2 lobos. Cada noite, um lobo deve matar um aldeão, e no dia seguinte os aldeões devem tentar acertar quem é o lobo entre eles e matá-lo. Como a premiação é a própria chance de viver, os estudantes são obrigados a sentenciar e matar uns aos outros.

Algum outro terror psicológico que se encaixaria na lista? Deixe seu comentário.

Vídeo incrível mostra uma vida toda em 60 segundos

Matéria anterior

7 coisas que você não sabia sobre o relacionamento de Viúva Negra e Soldado Invernal

Próxima matéria

Mais em Fatos Nerd

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.