7 coisas que só quem já transou sem camisinha pode entender

POR PH Mota    EM Curiosidades      05/08/16 às 19h59

Quem tem vida sexual ativa sabe que é importante o uso de métodos contraceptivos para proteger os envolvidos no ato sexual para garantir saúde, prevenir gravidez indesejada e imprevistos no dia-a-dia. O método mais seguro e recomendado por especialistas é a utilização da camisinha. Até porque alguns outros métodos só previnem a gravidez e isso continua expondo o seu corpo a riscos.

Seja na versão masculina ou feminina, a camisinha é essencial para quem quer garantir a proteção contra doenças e infecções sexualmente transmissíveis ou até mesmo uma gravidez indesejada e não planejada. Apesar disso, quem faz sexo sem camisinha, também pode viver algumas experiências diferenciadas. Confira algumas das coisas que só quem transa sem camisinha pode viver.

1 - As sensações aguçadas

Relationship with passionate affection

É fato que as preocupações após a relação sem proteção podem fazer parte, mas durante o sexo, principalmente para quem só conhecia o ato com preservativo, as sensações são bem diferentes. A falta de uma barreira de látex entre os órgãos provoca uma percepção sensorial muito mais profunda, talvez causando sensações nunca percebidas antes.

2 - A evolução natural do relacionamento sexual

2

Além de melhorar as sensações, o sexo sem preservativo acontece de forma mais natural. Quem tem o hábito de colocar camisinha antes da penetração sabe que é preciso fazer uma pausa no clima para poder proteger os órgãos sexuais. Em alguns casos, a pausa pode parecer artificial e até mesmo atrapalhar o ambiente sexual do casal.

3 - AIDS

3

A AIDS é causada pelo vírus HIV e é o estágio mais avançado da doença que ataca células do sistema imunológico. O paciente que adquire a doença fica com o corpo mais vulnerável e sofre mais com os sintomas e tratamentos de doenças, inclusive algumas simples como simples resfriados. E como todos já sabem é uma doença que pode levar a morte, advinha? Só pega AIDs quem transa sem camisinha ou compartilha agulhas e outros materiais infectados.

4 - Hepatites virais

4

Os diferentes tipos de inflamação no fígado são classificados domo hepatite. Elas podem ser causadas por álcool, remédios ou transmissões de vírus. Os infectados nem sempre apresentam sintomas, mas podem aparentar cansaço, tontura, febre, mal-estar, vômitos e pele. E advinha? Dá para pegar transando sem camisinha, não parece tão agradável certo?

5 - Herpes genital

5

O vírus da herpes também pode ser transmitido por meio da relação sexual sem proteção. Após o contágio, pequenas bolhas podem aparecer nos órgãos genitais provocando dores. As feridas desaparecem após algumas semanas, mas causam formigamento, coceira e dores. Em casos mais graves podem provocar febre e dor muscular.

6 - Sífilis

6

Por meio do contágio bactéria Treponema pallidum, o praticante de sexo sem camisinha pode contrair sífilis. A doença tem diferentes estágios e no mais avançado apresenta lesões na pele, ossos e pode afetar os sistemas cardiovasculares e neurológicos, podendo levar à morte.

7 - Gonorreia

7

A gonorreia também pode ser transmitida por meio de uma infecção bacteriana. A doença pode causar dor na hora de urinar, além de afetar os órgãos sexuais e, nos homens, testículos.

Talvez não era o que você estava esperando ao ler essa matéria, porém, é importante a conscientização e a preocupação com a saúde dos envolvidos numa relação sexual. Essa matéria tem um cunho educativo, pesquisas apontam que os jovens de hoje em dia estão utilizando menos a camisinha do que os de antigamente, é importante saber os riscos que transar sem camisinha com desconhecidos traz para a saúde.

PH Mota
Jornalista que é um encontro Monty Python e A Praça É Nossa.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+