7 companheiros de banda que se odiavam
Tempo de leitura:2 Minutos, 58 Segundos

7 companheiros de banda que se odiavam

Não é porque você faz parte de um grupo que você tem que gostar das pessoas que estão ali. Isso acontece muito no meio musical. Não é segredo para ninguém que alguns membros da mesma banda se odeiam. Até porque, as bandas acabam se tornando a família daqueles integrantes. E todos nós sabemos que não existe família sem um bom drama.

Como cada integrante tem sua própria personalidade, algumas delas podem acabar se chocando. E como estar em uma banda não envolve apenas tocar junto no momento da apresentação, toda a convivência e assuntos variados que englobam o universo acabam gerando desavenças. Mostramos aqui alguns casos de membros da mesma banda que não se suportavam.

1 – Oasis

Os irmãos Liam e Noel Gallagher tem uma rivalidade bem real entre os dois. E eles levaram essa briga a outros patamares completamente polêmicos. Os dois discutiam constantemente, dentro e fora do palco. Liam uma vez chegou a dizer: “eu odeio pra cacete aquele merda lá”. E outras coisas bem piores. Chegou até a rolar um processo. Até que eles resolveram tomar caminhos diferentes.

2 – Sex Pistols

Em 1996, a icônica banda do punk rock se reuniu depois de quase 20 anos que Johnny Rotten decidiu sair da banda. E nesse caso o tempo não curou a feridas existentes entre os colegas de banda.

“Ainda nos odiamos num nível absurdo, mas encontramos uma causa comum, e essa causa é o seu dinheiro”, disse o vocalista da banda em uma entrevista.

3 – Aerosmith

Os conhecidos “Gêmeos Tóxicos”, Joe Perry e Steven Tyler, tem uma química musical e no palco totalmente incrível. Mas como suas personalidades são bem opostas, eles tiveram uma relação de amor e ódio no decorrer do tempo.

4 – Smashing Pumpkins

A banda teve vários dramas além de uma briga de integrantes. Coisas como a morte de um tecladista, overdoses e membros saindo e voltando são alguns dos exemplos.

O pior de tudo é que de acordo com Billy Corgan, o vocalista, tudo isso é culpa de um membro da banda. “A verdade é que o guitarrista James Iha acabou com os Smashing Pumpkins. Não fui eu, nem o baterista Jimmy Chamberlin, mas o James. Ajudou a demissão da baixista D’arcy Wretzky por ser uma viciada em drogas mal-humorada, que se recusou a pedir ajuda? Não, isso não ajudou a manter a banda unida, nem um pouco”, disse ele.

5 – The Kinks

Participar de uma banda com membros da sua família pode não ser uma boa ideia. Como vemos também nesse caso entre os irmãos Ray e Dave Davies. Dave começou a ficar cansado do irmão na mesma banda. “Ray é um cuzão, suga minhas ideias, emoções e criatividade”, disse ele sobre seu irmão.

6 – Pink Floyd

Algumas tensões entre os membros das bandas se tornam tão insustentáveis que a própria banda não resiste. Como foi o caso entre David Gilmour e Roger Waters que acabou ditando o fim da banda e começo de alguns processos.

7 – Van Halen

A tensão sempre existiu entre Eddie Van Halen e David Lee Roth. E ela pareceu durar mesmo depois de anos do fim da banda, quando Eddie acusou David de ser infantil.

“A percepção de Roth sobre si mesmo é diferente de quem ele é na realidade. Não temos mais 20 anos. Estamos na casa dos 60 anos. Aja como se estivesse com 60 anos”, disse o falecido guitarrista.

Fonte: https://www.msn.com/pt-br/musica/noticias/o-%c3%b3dio-%c3%a9-real-companheiros-de-banda-que-n%c3%a3o-se-suportavam/ss-AAOg9T0?li=AAggXC1#image=13