CuriosidadesEntretenimento

7 famosos que influenciaram o mercado de ações

0

Quando o assunto é economia não são todas as pessoas que entendem, até porque ela é um sistema complicado. Ela se baseia em como as empresas fornecem seus produtos e serviços, a forma que os consumidores demandam esses serviços e todas as coisas que influenciam esses dois fatores. No entanto, um outro fator tem se tornado cada vez  mais importante. Que é o papel que os famosos tem na influência pela demanda do consumidor.

Por exemplo, quando um famoso apoia uma marca, instantaneamente ela se torna um objeto de desejo das pessoas. E através das redes sociais nós conseguimos acompanhar o que as celebridades consomem, onde investem e quais são as opiniões delas.

Justamente por toda a influência que os famosos tem, em vários âmbitos, eles também tem o poder de mudar o mercado de ações. Mostramos aqui algumas vezes que isso aconteceu.

1 – Cristiano Ronaldo

Recentemente, o craque do futebol deixou claro o que ele achava da Coca-Cola. E o simples gesto do jogador fez com que o valor da marca caísse de 242 bilhões de dólares para 238 bilhões, tendo uma queda de 1,6%.

O prejuízo de quatro bilhões que Cristiano Ronaldo causou para a Coca-Cola foi pelo simples fato de que, durante uma coletiva de imprensa, ele afastou duas garrafas do refrigerante de perto dele e pegou uma garrafa de água e disse: “água! É isso”.

O jogador já é conhecido por não gostar de Coca-Cola por conta do seu alto teor de açúcar. E foi ele reafirmar a sua preferência por deixar o refrigerante de lado que um grande impacto foi visto na bolsa.

2 – Oprah Winfrey

Em 2015, a apresentadora comprou 10% da empresa “Weight Watchers”, a “Vigilantes do Peso” em português, e concordou em ser embaixadora da marca. Ao todo, Oprah gastou43 milhões de dólares em investimento.

Então, o preço das ações da empresa disparou. O valor aumentou em 279% e o negócio mudou seu nome para WW Internacional. Em 2020, a fundação de caridade de Orpah começou a vender as ações da WW Internacional, o que fez com que o preço da ações da empresa sofressem uma queda brusca.

3 – Kendall Jenner

A Pepsi é conhecida por seus comerciais icônicos que foram feitos com grandes celebridades. Como por exemplo, Beyoncé, Britney Spears e Madonna. Mas em 2017, eles fizeram um comercial inspirado no movimento “Black Lives Matter” com a modelo Kendall Jenner.

O comercial foi uma representação ridícula da brutalidade dos policiais com os manifestantes. A propaganda logo viralizou e as críticas foram tão grandes que o comercial foi tirado do ar. O curioso é que as ações da Pepsi não caíram muito quando o comercial foi ao ar. Elas caíram depois que Kendall se desculpou.

4 – Hillary Clinton

Em 2015, Hillary fez um verdadeiro estrago nos lucros da indústria farmacêutica. Ela tweetou sobre como as empresas farmacêuticas estavam inflando os preços, em outras palavras, como eles estavam vendendo os produtos com preços injustos.

O resultado disso foi o valor das ações das empresas de biotecnologia despencando. Na época, Hillary poderia ser a nova presidente dos EUA e por conta disso os especialistas estavam prevendo que o lucro futuro das empresas farmacêuticas não seria uma coisa brilhante.

5 – DJ Khaled

Da mesma forma que Oprah, DJ Khaled também mostrou seu apoio ao “Weight Watchers” quando ele se inscreveu no programa da empresa em 2018. Nesse ano, o preço das ações subiu 7%.

Por mais que ele não “quebrou” o mercado de ações, ainda é um bom exemplo de como as celebridades influenciam na escolha dos consumidores.

6 – Elon Musk

O Bitcoin é a criptomoeda mais famosa de todas, mas também é extremamente volátil. Isso foi visto quando Elon Musk tweetou que a Tesla não iria mais aceitar pagamentos com Bitcoin. A decisão foi tomada pelo fato de a “mineração” da moeda causar grandes impactos ambientais no planeta.

Por conta dessa decisão do empresário, o preço do Bitcoin caiu aproximadamente 15% e também caíram as ações da Tesla.

7 – Kylie Jenner

O Snapchat já passou por várias dificuldades por conta de celebridades. Em 2018, Kylie Jenner postou que não usava mais o aplicativo. Depois de ter feito essa declaração o preço das ações do app caiu de uma forma tão drástica que eles perderam 1,5 bilhão de dólares. E foi através de um simples tweet que Kylie sinalizou aos investidores que o Snapchat não era mais uma tendência.

7 músicas que marcaram o final da década de 1990

Matéria anterior

Para ”O Diabo veste Prada” Anne Hathaway foi a 9ª escolha. Veja qual era a lista

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Mais em Curiosidades

Você também pode gostar