Curiosidades

7 fatos sobre a mente dos cães que você não conhecia

0

Os cães não são apenas animais de estimação. São amigos, companheiros leais de qualquer ser humano que deseje ter um. Além disso, como já sabemos, são extremamente inteligentes. Afinal, seus cérebros não se limitam apenas aos comandos “senta”, “busca” e “fica”.

Além disso, esses animais também podem até sofrer as mesmas aflições que o ser humano. E claro, esse é apenas um exemplo. Pesquisas e mais pesquisas têm revelado inúmeros segredos que norteiam a mente dos amados cães. Aqui, por exemplo, selecionamos algumas curiosidades interessantes sobre o tema.

Confira.

1 – Cães também podem sofrer depressão e ansiedade

Isso mesmo, os cães também podem sofrer com depressão e ansiedade. Sabemos que esses animais são utilizados em terapias relacionadas à saúde mental, mas isso não significa que os cães estão imunes à depressão e à ansiedade. Além disso, os sintomas de depressão, em um cão, por exemplo, são parecidos aos das pessoas, que sofrem com tais doenças. Eles perdem o apetite, ficam inativos, perdem o interesse em suas atividades favoritas e se isolam.

2 – Cães sentem inúmeros aromas

Os cães, basicamente, são movidos por cheiros. De todos os 5 sentidos de um cão (olfato, audição, visão paladar e tato), o olfato é o mais desenvolvido. O nariz de um cão, por exemplo, tem duzentos milhões de receptores olfativos nasais. Cada receptor detecta e identifica as moléculas de odor (cheiros) que estão constantemente voando pelo ar e impregnado em objetos. Ou seja, daí já dá pra perceber que os cães têm o sistema olfativo milhares de vezes melhor do que um dos seres humanos. Agora, querem saber o real motivo disso? Além da quantidade de receptores, o cérebro de um cão é especializado na identificação de aromas.

3 – Cães podem ler nossas expressões faciais

Os cães podem processar as expressões faciais de qualquer ser humano. Se você sorrir para um cachorro, por exemplo, ele, com toda certeza, saberá que você é feliz. Além disso, ele também irá sorrir de volta. À sua maneira, claro, mas irá retribuir o sorriso. Segundo recentes estudos, os cães têm as mesmas habilidades de reconhecimento que um bebê humano, com idade entre 6 meses a 2 anos de idade.

4 – Cães querem nos dizer o que estão pensando, mas não podem

É extremamente frustrante tentar explicar algo e não conseguir se expressar as palavras da melhor maneira possível, né? Pois é, essa é a realidade dos cães. Por outro lado, mesmo não podendo se expressar por meio da fala, os cães podem se comunicar de outra forma. Para quem pensou em linguagem corporal, acertou. O problema é que, às vezes, o modo como eles se comunicam conosco é tão sutil, que não entendemos o que eles estão dizendo.Por isso, ter atenção e reparar diariamente o comportamento desses animais é essencial.

5 – Cães entendem o que você está dizendo

Os cães podem até não ser capazes de nos dizer o que estão pensando, mas isso não significa que eles não podem entender o que estamos dizendo. De acordo com Stanley Coren, especialista em inteligência canina, os cães, em média, podem entender cerca de 165 palavras e, possivelmente, mais com o treinamento.

6 – Cães podem captar alterações de humor

Se um cão ouve algo negativo, como, por exemplo, gritos ou palavras ásperas, é provável que corram para se esconder. Agora, se eles ouvem um ser humano se divertindo, a situação é outra. Geralmente, nesse caso, começam a pular, a balançar todo o corpo no ar como se estivessem dançando. Mais que palavras, os cães captam os tons de nossa voz.

7 – Ao longo do tempo, os seres humanos influenciaram o cérebro canino

Em poucas palavras, os cérebros dos dogs não são todos iguais. Aqui, a raça influencia muito. Outra coisa que influencia também é o nosso comportamento diante deles. A maior parte dos comportamentos que esses animais adquiriram ao longo dos anos foi por nossa influência. De acordo com cientistas, a criação seletiva que empregamos no decorrer da história da humanidade teve impacto na maneira como o cérebro do cão funciona.