• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 fatos sobre Bohemia Rapsody que vão te fazer querer ver o filme mais de uma vez

POR Mateus Graff    EM Entretenimento      28/11/18 às 17h17

Bohemia Rhapsody, nome de um dos sucessos do Queen e nome do filme que conta a história da banda, parece ser a cinebiografia musical mais bem sucedida de Hollywood. O filme conseguiu arrecadar US$ 294 milhões (R$ 1,1 bilhão) em todo o mundo em menos de duas semanas depois da estreia. O filme recebeu muitos elogios dos críticos, inclusive para Rami Malek, o ator que interpretou o lendário Freddie Mercury.

Mas e você, já foi assistir esse espetáculo que já deixou milhares de pessoas encantadas? Bom, a gente separou alguns fatos sobre Bohemia Rapsody que talvez faça você querer ver o filme hoje mesmo. Confira e tire suas próprias conclusões:

1 - Cópia do Live Aid

A cópia do estádio de Wembley, onde foi realizado o Live Aid, foi feito em um aeródromo na cidade de Londres. Foi preciso fazer uma cópia do estádio, já que o Wembley foi reformado em 2005 e não era parecido com a versão de 1985. O diretor do Live Aid estava presente no set e ficou impressionado com a precisão da cópia.

2 - Os mínimos detalhes

Os copos da Pepsi em cima do piano não são propaganda para a marca. Na verdade, todo o espetáculo foi filmado de acordo com os mínimos detalhes, até mesmo o beijo que Freddie Mercury mandou para a sua mãe.

3 - Apresentação no Live Aid

No filme, os membros do Queen têm dúvidas se devem se apresentar no Live Aid por estarem um longo tempo sem se encontrar pessoalmente. Porém, não foi exatamente isso que aconteceu. No ano anterior, a banda lançou um álbum chamado The Works e fez uma turnê mundial para lançar o disco.

4 - Freddie Mercury revela que tem aids

No filme Freddie Mercury descobre que tem aids e conta aos membros da banda pouco antes do show do Live Aid. A cena até é emocionante, mas não foi isso que aconteceu na vida real. Na verdade, o cantor descobriu que estava com aids em 1987, mas só anunciou oficialmente um dia antes de morrer, exatamente em 23 de novembro de 1991.

5 - Marc Martel

O cantor canadense Marc Martel contribuiu com várias gravações vocais para o filme. O cara chegou a fazer um projeto de tributo em 2012, chamado "Queen Extravaganza", onde ele cantou as músicas mais populares da banda. Sua voz realmente é muito parecida com a de Freddie Mercury.

6 - Desentendimentos nos bastidores

No começo era Bryan Singer que estava trabalhando no filme, mas a 20th Century Fox demitiu o diretor devido a desentendimentos com os participantes da banda e com Rami Malek, o ator que interpreta Freddie Mercury. O filme biográfico foi finalizado por Dexter Fletcher.

7 - Separação da banda

Segundo o filme, a causa da discórdia na banda foram os contratos de álbuns solo de Mercury. Ele assinou um contrato por US$ 4 milhões sem contar aos outros membros da banda, o que gerou uma tensão no grupo. Depois, o cantor disse que precisvaa de um tempo da banda e que cada um deveria seguir o seu caminho. Mas, na realidade, a banda perdeu um pouco o entusiasmo e eles resolveram dar uma pausa. A revista Rolling Stone diz que os artistas não perderam o contato e, em 1983, voltaram a trabalhar no álbum The Works.

E aí, pronto para ir assistir o filme hoje mesmo? Não esqueça de comentar aqui embaixo e compartilhar a matéria com seus amigos que são fãs de Queen.

Próxima Matéria
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+