• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 motivos para assistir O Mundo Sombrio de Sabrina, mais um terror da Netflix

POR Gabi Noronha    EM Séries e Sagas      31/10/18 às 16h37

Em meados da década de 1990, muita gente ficou encantada com as aventuras de Sabrina, A Aprendiz de Feiticeira. A série acompanhava uma jovem órfã que morava com as tias Zelda e Hilda e que descobre ser bruxa. A partir de então, precisa aprender a controlar seus poderes e conhecer mais desse mundo mágico. Tudo isso sob as observações irônicas e sarcásticas de Salem, um bruxo condenado a viver no corpo de um gato. A história é adaptação dos quadrinhos da marca Archie Comics.

A personagem integrava o mundo do Archie Horror. No entanto, apenas em 2014 ganhou seu título solo, intitulado Chilling Adventures of Sabrina, carinhosamente apelidada de CAOS. A história é escrita por Roberto Aguirre-Sacasa, com arte de Robert Hack. Este ano, a personagem ganhou outra versão live action, bem diferente da original e mais próxima dos quadrinhos. Conhecida como O Mundo Sombrio de Sabrina em português, a nova série foi produzida pela Netflix e acaba de ser lançada no catálogo.

A seguir, separamos alguns motivos para conferir O Mundo Sombrio de Sabrina. Caso tenha dúvidas sobre assistir ou não, seja pelo receio de ser "adolescente demais" ou mesmo por ainda ter a original em mente.

1 - Esqueça a série original

Muitas pessoas ainda têm em mente a imagem de Sabrina da série exibida nos anos 1990. Não apenas a própria personagem, como todo o ambiente da história são mais brilhantes. Exceto pelo sarcasmo frequente de Salem, tudo é mais colorido e leve. Contudo, esse clima feliz ficou no passado. A Sabrina de agora não carrega "sombrio" no nome por acaso. A nova série envolve culto satânico, sangue, mortes e tensão. Apesar disso, a história ainda consegue equilibrar o macabro com humor. Há situações e diálogos cômicos bem orgânicos, que se encaixam naturalmente no meio.

2 - Uma nova Sabrina

A nova Sabrina é vivida por Kiernan Shipka, antes vista em Mad Mad. A única semelhança que sua personagem possui com a versão original é ser alegre e estar sempre disposta a ajudar. Fora isso, Sabrina está reformulada. Ela é uma adolescente metade bruxa, metade humana. Leva uma vida em dois mundos bem diferente. Frequenta a escola para humanos e tem amigos e namorado no local. Quando volta para casa, se dedica a aprender a arte do ocultismo, frequenta cultos e igrejas satânicas. A jovem tem uma personalidade determinada, variando entre o macabro e espirituoso.

3 - Mundo mágico com problemas reais

A série apresenta as duas metades de Sabrina, o lado sobrenatural e o humano. Em ambos, há problemas dos quais retratam nossa sociedade contemporânea. Nas duas escolas que precisa frequentar, a personagem lida com bullying, machismo e abuso de poder. Ao mesmo tempo em que precisa decidir a respeito de seu futuro, Sabrina encontra tempo para ajudar pessoas nos dois ambientes. Enquanto, em certas situações, também sofre nas mãos de valentonas.

4 - De fato, é um mundo sombrio

Como dito, o mundo fofinho da série original de Sabrina ficou no passado. Em Greendale agora temos uma ambientação bem mais sinistro. Rituais em nome de Satã, escola dedicada à arte do ocultismo, sacrifícios humanos e muito sangue. E se para o espectador tudo parece muito absurdo, para os personagens, essas situações sombrias fazem parte do cotidiano.

5 - Ambrose, o novo integrante da família

Ambrose Spellman (Chance Perdomo) foi uma nova adição à família e história. Ele é primo de Sabrina e age por toda a série como a voz da razão para a jovem. Embora ela não o ouça todas as vezes. Ele está em prisão domiciliar por tentar explodir o Vaticano, por isso passa todo sem tempo na propriedade. Ele é engraçado, sensato e raramente se estressa com as coisas, mesmo após 75 anos de pena cumprida.

6 - Uma história satânica de amadurecimento

Se a adolescência já é complicada para boa parte dos humanos, Sabrina Spellman tem a complicação de ainda ser metade bruxa. Para agravar a situação, em seu aniversário de 16 anos, ela precisa escolher entre dois mundos, o de seus amigos humanos ou o de sua família bruxa. Sabrina foi criada no satanismo, ela gosta de fazer feitiços e aprender mais a respeito da sociedade que um dia seu pai liderou. Mas também não se sente à vontade de dizer adeus aos amigos e namorado. Ela é bastante segura de si e como todo adolescente, se acha invencível.

Contudo, ela também é cheia de dúvidas, faz decisões precipitadas e comete erros. Porém, sendo uma bruxa, suas falhas podem colocar em risco a vida (ou a morte) de terceiros. Mesmo assim eles acontecem. Sabrina comete vários erros ao longo da temporada, mas todos eles fazem parte de seu amadurecimento, como mulher e como bruxa.

7 - "Praise Satan" pela Neflix

O Mundo Sombrio de Sabrina é macabro e sangrento na medida e isso só foi possível por causa da Netflix. A princípio, a série iria para o canal CW, a casa de Riverdale. A possibilidade existia porque o showrunner na série é Roberto Aguirre-Sacasa, o roteirista dos quadrinhos da personagem e showrunner também de Riverdale. Tanto que, em tese, as duas histórias são do mesmo universo. Infelizmente, a emissora tem o péssimo hábito de arruinar obras interessantes. Além disso, muitas cenas presentes na série teriam de ser cortadas. Demônios, rituais e passagens mais violentas. Embora o canal seja à cabo, os executivos da CW tendem a não conceder tanta liberdade aos produtores e criadores.

Próxima Matéria
Via   Wikia     ELLE  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+