• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 piores filhos de monarcas que se tornaram reis

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      06/06/19 às 16h49

A história está repleta de reis e rainhas que tornaram seus súditos infelizes com crueldade, má governança e desapego da realidade. Mas também tivemos grandes reis e rainhas que deixaram um grande legado. Vários reis da Europa foram essenciais para o desenvolvimento do continente.

E alguns dos melhores reis e rainhas foram seguidos por outros reinados que não acompanharam o deixado por eles. E o pior de tudo é que esses reinados foram seguidos por sua própria linhagem. Os filhos desses reis podem até terem tentado viver a glória de seus pais, mas não foram bem sucedidos. Mostramos aqui alguns desses reinados que foram decepcionantes.

1 - Edward II

O pai de Edward II foi o rei Edward I, rei da Inglaterra, que morreu em 1307. O antigo rei foi famoso por acabar com a rebelião de William Wallace e enforcá-lo e esquartejá-lo. Ele também defendeu seu país de uma rebelião do País de Gales. E depois, nomeou seu filho como primeiro príncipe do País de Gales.

Em 1307, Edward II foi coroado e as expectativas eram grandes. O reinado dele foi marcado pela perda da Batalha de Bannockburn e ele teve que fugir humilhado para Inglaterra. Ele também se afastou de sua esposa e de seus conselheiros para ter relações com homens que eram seus preferidos. Assim, Edward II foi forçado a abdicar para que seu filho de 14 anos, Edward III, assumisse. Mais tarde, ele foi executado.

2 - Napoleão II

Ele quis viver de acordo com os gigantescos passos de seu pai, Napoleão Bonaparte. Mas ele nunca conseguiu corresponder às expectativas e sua vida também terminou muito cedo. Seu pai foi, talvez, o líder mais condecorado da história francesa e foi o primeiro imperador da França. Ele venceu várias batalhas e é elogiado por suas táticas militares.

O nascimento de Napoleão II foi anunciado em Paris com uma salva de cem tiros de canhão. Mas quando Napoleão perdeu a Batalha de Waterloo, ele foi exilado e abdicou seu trono para o seu filho assumir. Mas este morreu em 1832, com 21 anos de tuberculose.

3 - Edward VIII

Em 1936, depois que seu pai, George V, morreu, ele sucedeu seu pai, que governou o Império Britânico por 26 anos. O rei tinha se tornado bastante adorado na Inglaterra, já que ele tinha passado o país através da Primeira Guerra Mundial, revoluções de outros países e mudança da paisagem política na Inglaterra. E George tinha uma relação difícil com Edward por causa de seu estilo de vida.

Quando George V morreu, Edward virou rei. Mas antes que o ano terminasse, ele não seria rei. Isso porque ele causou uma crise quando pediu uma mulher divorciada americana para se casar com ele. Edward VIII abdicou de seu trono para se casar. Além de rumores dizerem que o homem tinha pensamentos pró-nazistas.

4 - Luís, o Piedoso

Ele foi rei dos Francos e Sacro Imperador Romana entre 814 e 840. Primeiro, ele tinha sido coimperador ao lado de seu pai, o grande Carlos Magno. Magno tinha unido várias áreas da Europa Ocidental e forçou o cristianismo na população. Ele é bastante lembrado como o "pai da Europa". E quando ele morreu, seu filho estava destinado a continuar a sua grandeza.

O reinado de Louis durou 26 anos e ele ter sido bem sucedido depende de quem olha. Ele conseguiu deixar unido o império que seu pai havia criado, mas o levou para uma guerra civil. Louis teve três filhos e, como plano de sucessão, ele pensou em dividir o império entre os três. Mas isso gerou uma disputa entre seus filhos. Ele foi deposto duas vezes, mas quando recuperou o trono, sua autoridade era constantemente minada.

5 - Edward VI

Em 1547, Edward VI assumiu o trono da Inglaterra e Irlanda, depois de seu pai, Henrique VIII, ter morrido. E ele tentou viver de acordo com um dos monarcas mais famosos da história. O reinado de Henrique VIII teve um grande legado.

Edward VI era jovem demais para governar quando seu pai morreu. Então, o país foi governado por um conselho regente. O reinado foi turbulento e entrou em guerra com a Escócia. O reinado de Edward VI foi de curta duração. Ele teve uma febre e sucumbiu à doença aos 15 anos.

6 - John, rei da Inglaterra

O único de seu nome foi rei da Inglaterra de 1199 a 1216. Ele seguiu os passos de um dos reis mais famosos da Inglaterra, Ricardo Coração de Leão. No caso, John era o irmão mais novo de Ricardo, mas o pai de John, Henry II, também tinha sido um rei bem sucedido. Ele estabeleceu as bases para o que hoje é conhecido como Common Law, na Inglaterra.

John brigou com seu irmão por herança e se tornou rei da Inglaterra em 1199. E esse reinado seria um dos mais infelizes da história. Ele tinha um apelido de "falta de terra" por ter perdido muitas das terras do seu pai. Ele também era paranoico e homicida.

7 - George IV

Ele é normalmente lembrado como príncipe regente e governou o Reino Unido por dez anos. Isso depois da morte de seu pai George III. O pai governou por quase 60 anos e é lembrado pelo seu avanço da agricultura em seu país. Mas seu filho seria uma grande decepção e faria com que todas as pessoas duvidassem e não quisessem mais a monarquia.

George IV é lembrado por seus caminhos hedonistas e não pelos avanços que fez o seu país ter enquanto governava. Suas contribuições foram insignificantes e sua política pobre.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+