• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 vezes que emoticons levaram algumas pessoas a viver grandes problemas

POR Toni Nascimento    EM Curiosidades      20/02/19 às 15h47

Vivemos no início do século XXI, e uma das provas cabais dessa realidade é a avanço tecnológico que alcançamos. Sondas espaciais alcançando lugares nunca antes imaginados, inteligência artificial, realidade virtual, e milhares de outras tecnologias. Mas isso tudo tem dois lados. Enquanto por um lado podemos alcançar em breve uma compreensão sobre o mundo e o universo, por outro, podemos mandar imagens engraçadas para os nossos amigos nas redes sociais e nos meter em alguns problemas viabilizados por certas 'facilidades'. Sim, o outro lado do avanço são os emoticons, ou pelo menos, uma consequência deste novo cenário da vida humana.

Os emoticons, ou emojis, simulam carinhas, sentimentos e objetos da vida real na sua interação com outros seres humanos pelos celular ou computador. Eles, apesar do começo tímido lá no princípio da internet, hoje são amados e usados por todos. Vai me dizer que você não gosta de um bom emoticon? Mas ainda que sejam divertidos,l eles podem causar problemas graves se você não ficar esperto com o uso que fizer. Dependendo do lugar em que estiver no mundo, por exemplo, mandar um emoji de arma pode te levar para a prisão. Quer saber mais? Então, segura na minha mão que vou te mostrar algumas vezes que os emoticons deixaram algumas pessoas em apuros.

1 - Emoji de beringela

Armando Alejo era um professor de uma cidade da Flórida, nos EUA. Certo dia, ele deu uma pontuação baixa para um dos seus alunos, de apenas 17 anos de idade. O aluno, por meio de mensagem, perguntou se poderia ter uma segunda chance para conseguir aumentar a sua pontuação, porém, o professor respondeu com mensagens obscenas. Ele disse, por meio mensagens, que aumentaria a nota caso o aluno lhe fizesse alguns favores. Em seguida, mandou um emoji piscando, um emoji de pêssego e um emoji de berinjela (você entendeu, não é mesmo?). O aluno levou a mensagem até a diretoria, levando à expulsão e ao cancelamento da licença para dar aulas do professor.

2 - Emoji de faca e bomba

Em 2015, uma aluna de 12 anos resolveu aprontar uma "arte" com a escola em que estudava. Ela usou uma conta falsa para ameaçar o colégio pelo Instagram. Em um post, ela escreveu "Killing" e adicionou um emoji de arma. Em seguida, comentou: "Cuidado, estou chegando", seguido de emojis de arma, faca e bomba. A garota também enviou uma lista de nomes de estudantes que ela odiava, ameaçando atacar a escola nos dias seguintes. A polícia conseguiu rastrear o computador de onde saiam as ameaças e prendeu a menina. Depois de fazerem uma investigação e  de verem que a menina não tinha o objetivo de atacar ninguém, a soltaram.

3 - Emoji de esmalte

Em 2016, Laurie Stark resolveu alterar seu próprio nome para um emoji na identificação do aplicativo no banco. Ela colocou um emoji de esmalte, com medo de que seu nome fosse muito fácil de ser hackeado. Acontece que, quando ela precisou usar o aplicativo do banco, percebeu que não entrava. Depois de muitas tentativas, resolveu ligar no atendimento ao cliente, que explicou para ela que o emoji tinha danificado o sistema e que para voltar a usar o mesmo, precisaria retirar o símbolo de lá e voltar a usar letras comuns. Após a troca, ele voltou a funcionar normalmente.

4 -Emoji ameaçador

Em 2015, a polícia da Carolina do Sul (EUA) prendeu dois jovens de 29 anos. David Fuentes e Matthew Cowan foram apreendidos por enviarem emojis de um punho, uma mão que parecia uma arma e de uma ambulância branca para um homem não identificado. Eles não tinham nenhum texto incluído na mensagem, apenas os emoticons. A polícia disse que as imagens significavam que a dupla pretendia espancar a vítima, não identificada, a ponto da mesma precisar ir para um hospital em uma ambulância.

5 - Emoji de champagne

Em 2017, o casal israelense, Rosen e Nir Haim Saharoff, recebeu uma multa de mais de dois mil dólares (quase 10 mil reais) por usarem emojis durante um acordo. O problema começou quando eles começaram as negociações com Yaniv Dahan sobre um apartamento que ele tinha para alugar. Eles tiveram várias conversas amigáveis, levando o proprietário a achar que eles iriam alugar o imóvel. Acontece que eles não alugaram e Yaniv levou o caso para a justiça. Emojis de uma dançarina, duas pessoas dançando, um esquilo, um sinal de paz, um rosto sorridente e uma garrafa de champanhe levaram o juiz a concluir que eles deram esperança, fazendo-os pagar uma multa.

6 - Emoji de arma

Bilal Azougagh, tinha 22 anos em 2016, quando foi condenado a seis meses de prisão por enviar um emoji de arma para sua ex. O emoticon foi enviado no meio de várias mensagens desagradáveis que ele enviou para a mulher, com quem ele tinha terminado um relacionamento. O tribunal determinou que o emoji era uma ameaça de morte. Além da prisão, o homem foi obrigado a pagar uma indenização para a mulher.

7 - Emoji de arma (de novo)

Jayde Booth, de 39 anos, da Austrália, começou a mandar mensagem de uma cabeça com uma arma apontada para ela (emojis). As mensagens eram enviadas para a ex-namorada do homem. Ele tinha uma ordem de restrição para não se aproximar dela, porém, não deixava de mandar mensagens. Ele foi preso por conta dessas perturbações.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta aqui com a gente e compartilha nas suas redes sociais. Para você que está com medo de usar emoticons agora, aquele abraço.

Próxima Matéria
Via   Listverse  
Imagens INC
Toni Nascimento
Nerd, mas principalmente amante do cinema. Mais em @nascimento_toni
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+