Se você nunca presenciou uma sessão de hipnose, você muito provavelmente a viu retratada em algum filme. Na ficção geralmente vemos alguém balançando um relógio e sussurrando no ouvido da pessoa: “Você está ficando com sono. Muito sono...”. Mas você sabia que a hipnose é usada na terapia? Muitos hipnoterapeutas usam a hipnose para o tratamento de traumas, para superar vícios, e em geral, melhorar a vida dos seus pacientes?

A princípio, pode parecer um pouco perturbador, mas na realidade, a maneira como a hipnose funciona é bastante científica. Uma vez que o paciente se encontra no estado relaxado, o profissional responsável pode começar a trabalhar em qualquer coisa que ele deseje melhorar ou superar. Segundo o hipnoterapeuta e especialista em psicologia comportamental, Edie Raether, existem dois tipos de hipnose, a sugestiva e a exploratória. A segunda, é uma forma muito eficaz para tratar o transtorno de estresse pós-traumático.

“Experiências inconscientes e enterradas sobem à superfície e são expelidas, permitindo que as pessoas experimentem a cura imediata", explica Raether. E funciona porque os problemas interiorizados são identificados e podem ser resolvidos. Confira algumas coisas que podem acontecer durante uma sessão de hipnose e que você nunca soube.

1 – Sua consciência será alterada com a hipnose

Durante o estado de hipnose, pode parecer que a pessoa esteja “fora de si” ou adormecida, quando, na verdade, a sua consciência é simplesmente alterada, como se a pessoa estivesse sonhando acordada.

"A hipnose é um processo dissociativo, um estado alterado de consciência", explica a hipnoterapeuta Darlene Corbett, "O que acontece no cérebro ocorre como acontece durante um devaneio". Enquanto a pessoa se encontra neste estado, relaxado e sonhador, o especialista pode começar a abordar as suas preocupações mais claramente.

2 – Tecnicamente, você se hipnotiza

Publicidade
continue a leitura

Mesmo que pareça que o terapeuta é quem está fazendo todo o trabalho, ou te deixando hipnotizado, na verdade o paciente é que está se permitindo relaxar. Segundo Anthony Gitch, da Hipnose do Excel, toda hipnose é auto hipnose. "Não é algo que é feito para você. É uma dança equilibrada com o terapeuta seguindo para onde a mente subconsciente conduz, e então levando a mente subconsciente em direção a profundos pensamentos internos".

3 – Você pode se sentir muito leve ou muito pesado

Não existe uma maneira “correta” de se sentir durante o relaxamento. Gitch explica que você pode se sentir muito pesado, ou se sentir realmente leve. "Realmente não importa, porque é a sua experiência e você vai experimentar exatamente o que você precisa experimentar".

4 – Você não perde o controle da sua mente

Uma informação que pode ser um alívio para muitas pessoas que até cogitaram tentar a hipnose, mas que tenham tido medo de vivenciar uma experiência estranha. Não se preocupe pois você não vai perder o controle do seu corpo e da sua mente. Para Gitch, "Um hipnotizador não pode fazer alguém fazer algo contra a sua vontade". Você continua sendo você, mantendo o controle total de suas capacidades.

Publicidade
continue a leitura

5 – Você pode reviver uma experiência traumática

Dependendo do motivo pelo qual você optou pela hipnose, talvez possa querer se preparar para um ataque de memórias e emoções desagradáveis. Algumas vezes, pode ocorrer de haver uma liberação de uma emoção previamente reprimida, como um trauma, por exemplo.

Vamos usar a hipótese de que você queria perdoar alguém que te machucou no passado. "Durante o trabalho de perdão, os clientes são instruídos a serem 'o infrator', diz Gitch. "Isso pode ser realmente irritante, quando os clientes enfrentam e mudam quando se tornam a pessoa que os machucou", explica. Pode até parecer assustador no início, mas tudo isso faz parte do processo de superação.

6 – Você pode se reprogramar

Como explica o hipnoterapeuta clínico Traci Blank, há três partes importantes da mente humana: a consciente, subconsciente e o superconsciente. Entre o subconsciente e o superconsciente está o “fator crítico”.

Publicidade
continue a leitura

"Durante a hipnose, abrimos o fator crítico para acessar o subconsciente", diz Blank. "Então a hipnoterapia é apenas o processo pelo qual acessamos à mente subconsciente para descobrir as crenças que existem lá e alterar a programação para melhor corresponder aos seus objetivos”.

7 – Você provavelmente se lembrará de tudo que aconteceu durante a sessão

A hipnose é, na verdade, um estado natural da mente, não é sono, é um estado de profundo relaxamento e concentração. Então as pessoas não dormem durante a sessão, na verdade, a maioria continua plenamente consciente das sugestões que lhes são dadas, e se lembram delas. São raros os casos de pessoas que conseguem entrar em um transe tão profundo que não são capazes de se recordar de nada do que aconteceu.

8 – Você precisa estar disposto

O fato é que ninguém pode ser hipnotizado contra a sua vontade. A hipnose só funciona e traz resultados se a pessoa estiver disposta a passar por essa reprogramação. "Todo mundo tem a capacidade de entrar em hipnose, mas três coisas têm que estar no lugar para que isso aconteça: desejo, você tem que querer entrar em hipnose; crença, você tem que acreditar que pode entrar em hipnose; e segurança, você tem se sentir seguro no ambiente em que você está e com a pessoa que o lidera", diz Blank. "Quando todas estas coisas estão no lugar hipnose pode acontecer".

E você, o que achou? Teria coragem de se hipnotizado? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Publicado em: 27/03/19 10h03