A fantástica origem da humanidade para os Sumérios

POR Lucas Franco    EM Curiosidades      28/09/15 às 16h09

A origem da humanidade pode ser explicada de muitas maneiras, mas ainda não existe uma conclusão definitiva que satisfaça a todos - e talvez nunca haverá. Na busca por explicações, o ser humano já desenvolveu dezenas de teorias, que vão de científicas a biológicas, até as mais bizarras, com direito à uma ajudinha de alienígenas.

No meio de tanta história mirabolante, há uma que se destaca das demais. Proposta pelo autor paranormal Zecharia Sitchin, a teoria se baseia em mitos da antiga civilização da Suméria para explicar a origem da humanidade. Se você se interessa pelo assunto, se prepare para mais alienígenas, civilizações avançadas e seres fantásticos. E tudo começa com os Anunnaki (aqueles que desceram dos céus, em sumério), há cerca de 430 mil anos.

Prometheus

Os Anunnaki chegaram na região do Golfo Pérsico e colonizaram todo o planeta com a intenção de minerar ouro monoatômico - um elemento escasso de seu planeta natal, e que havia por abundância por aqui. Eles vieram de Nibiru, o misterioso ainda não confirmado décimo planeta do nosso sistema solar, que já originou algumas outras teorias conhecidas. As operações de mineração duraram 200 mil anos, até que os mineiros se rebelaram e os Anunnaki ficaram sem mão de obra. Os documentos que Sitchin traduziu informam que os Anunnaki empreenderam esforços na busca por novos mineiros, e foi por meio deles que os Homo sapiens surgiram.

Os chefes cientistas dos Anunnaki utilizaram seu próprio material genético no Homo erectus (pai dos humanos modernos). A operação foi um sucesso, exceto pelo fato de que a nova criação não era capaz de se reproduzir. Visto que os Anunnaki precisavam de mais escravos, eles modificaram geneticamente a nova humanidade para que ela fosse capaz de se reproduzir. O tiro acabou saindo pela culatra. A capacidade de reprodução levou à uma superpopulação no mundo, de forma que muitos seres humanos foram banidos da segurança de suas cidades.

Ainda assim, a humanidade chamou a atenção dos seres de Nibiru, que resolveram tirar proveito do novo estoque genético. Assim, alguns de nossos antepassados foram escolhidos como parceiros sexuais. As crianças resultantes destas uniões consideradas proibidas foram chamadas de Nefilins, "os gigantes da antiguidade". Eventualmente, devido a uma quebra de protocolo, houve uma aniquilação da população de nefilins, exceto por alguns indivíduos escolhidos por Enki, um dos Anunnaki que ainda nutria simpatia por sua criação e se recusava a exterminá-los.

Anunnaki

Depois de centenas de milhares de anos escravizando sua criação para servir seus próprios interesses, os Anunnaki decidiram, enfim, deixar a Terra. Antes disto, sua influência chegou a todos os cantos do mundo, em especial na Mesopotâmia, na Índia e na América do Sul. De acordo com Sitchin, isto aconteceu há cerca de 6 mil anos atrás. Antes de partir, no entanto, os Anunnaki resolveram dar um impulso a humanidade, que pode ser resumido com o surgimento da própria civilização suméria, que era inexplicavelmente avançada para o seu tempo.

Na verdade, registros antigos indicam que os sumérios tiveram um aparecimento repentino e inexplicável como uma cultura já madura e altamente organizada. Os Anunnaki ensinaram seu modo de vida para os sumérios, bem como o estabelecimentos de reinados. O rei atuaria como um emissário na Terra para os Anunnaki, governando sob sua orientação. Eles receberam ensinamentos sobre astronomia, matemática, tecnologia e medicina. Além disto, sua linhagem geneticamente selecionada foi reforçada com genes Anunnaki.

Sitchin acredita que a existência de artefatos fora do lugar podem ser atribuídos a uma civilização antiga, mas altamente avançada. Apesar do ceticismo com que a teoria tem sido aceita, Sitchin cita vários documentos e descobertas para comprovar sua pesquisa. Escavações arqueológicas na antiga cidade mesopotâmica de Nínive descobriram 400 tabuletas de argila intactas em uma biblioteca. Estas tabuletas contêm registros históricos contínuos abrangendo totalmente as atividade dos Anunnaki. Tais registros indicam que a localização dos laboratórios de genética Anunnaki se encontravam no leste da África Central, que curiosamente é exatamente a área onde pesquisas modernas encontraram o DNA mitocondrial da raça humana.

Ah, e os Anunnaki,  segundo Sitchin, ainda estão governando a Terra. O que você acha?

Lucas Franco
O cara que gosta do Batman! @heymac14

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+